PS de Guimarães reage à tomada de posição do PSD sobre acessibilidades rodoviárias
PS de Guimarães reage à tomada de posição do PSD sobre acessibilidades rodoviárias
Paulo Dumas
Quarta-feira, Janeiro 30, 2019

O que se conseguiu avançar no processo da rotunda de Silvares se deve ao executivo de Domingos Bragança, defende o PS de Guimarães. O partido garante que, se as acessibilidades fossem competência municipal, o problema já estaria resolvido.

O Partido Socialista de Guimarães reagiu às declarações do presidente da comissão política do PSD de Guimarães. Bruno Fernandes acusou o executivo municipal de faltar à verdade à população vimaranense, ao constatar que não foi ainda lançado o concurso público para a obra do desnivelamento da rotunda de Silvares.

O PS de Guimarães retribui as acusações dizendo que o PSD resolveu reagir por saber que o problema está prestes a ser resolvido. Em comunicado, o PS defende o trabalho que tem sido feito pelo executivo de Domingos Bragança junto da Infraestruturas de Portugal e garante que o concurso para a execução da obra está “em fase de lançamento”.

O comunicado faz ainda referência ao outdoor colocado anteontem na rotunda de Silvares pelo PSD de Guimarães. No mesmo dia, o tema foi falado na Assembleia Municipal de Guimarães, altura em que Domingos Bragança avançou que o início das obras estaria apontado para meados do ano de 2019.

Na terça-feira, 29 de janeiro, o PSD organizou uma conferência de imprensa no mesmo local, para tomar posição sobre as acessibilidades no concelho de Guimarães.

O secretariado da concelhia do PS Guimarães diz reconhecer o problema e classifica como “um problema grave” o estrangulamento que diariamente se regista naquele cruzamento de Silvares. Recorda que o processo foi iniciado pelo executivo vimaranense, na altura em que Pedro Passos Coelho liderava o governo e acusa o PSD vimaranense de, nessa altura, nada ter feito.