PUB
Promoção de Rui Castro é hipótese para o comando técnico do CC Taipas
Promoção de Rui Castro é hipótese para o comando técnico do CC Taipas
Quinta-feira, Maio 7, 2020

Os campeonatos da AF Braga foram dados como terminados em virtude da pandemia Covid-19. Sem qualquer implicação direta para o Clube Caçadores das Taipas no que à questão classificativa diz respeito, uma vez os taipenses não se encontravam em lugares que afetassem o escalão competitivo em que vai participar, a preparação da próxima temporada é agora a missão da estrutura do clube.

Uma preparação que, contudo, está dependente de vários constrangimentos como a incerteza provocada pela Covid-19 e o processo eleitoral que o clube tem pela frente. Certeza absoluta é a troca de treinador no CC Taipas, uma vez que José Augusto não continuará no comando técnico. José Augusto, que se estreou como técnico principal precisamente no CC Taipas, foi abordado para continuar, mas vai voltar a integrar a equipa técnica de Manuel Machado. O treinador vimaranense voltará ao ativo para orientar o Berço e, tal como desde início José Augusto deixou patente, voltará a assumir o papel de treinador adjunto, integrando a equipa técnica de Manuel Machado.

Perante este panorama a promoção de Rui Castro, que até agora era adjunto, é uma hipótese que está em cima da mesa. Apesar de ser treinador adjunto na época passada, Rui Castro tinha um papel ativo quer no processo de treino quer nas decisões da equipa, dando inclusive a cara junto da comunicação social. Com 37 anos, Rui Castro iniciou a sua carreira como adjunto nas camadas jovens dos Amigos de Urgeses, passando depois também pelas camadas jovens do Tirsense. Seguiram-se cinco temporadas como adjunto do Torcatense, com uma passagem pelo Limianos pelo meio, sempre como adjunto. Embora não seja ainda um dado adquirido, a hipótese de promoção de Rui Castro a técnico principal está em cima da mesa.

De resto, a manutenção da espinha dorsal é uma ambição quer da atual direção quer do diretor desportivo Carlos Lima, sendo que a estrutura do CC Taipas já trabalha nesse sentido, tendo abordado a base da equipa da época passada para permanecer no clube. A maioria dos jogadores já respondeu afirmativamente a essa intenção de permanecer no clube, sendo prioridade reforçar o ataque, de forma a substituir André Martins.