PUB
2018-07-Reflexo-265-loja-online

Jornal Reflexo #265

1.00 IVA incl.

Desigualdade de género

Editorial Alfredo Oliveira

O reconhecimento público a determinadas individualidades dado pelo 24 de junho proporcionou um debate sobre a questão da desigualdade de género. Trata-se de uma realidade que se estende por todo o país (não, não é exclusivo de Guimarães), visível nas mais diversas áreas da nossa vida.

A uma maior presença da mulher nas escolas e no trabalho não tem correspondido, em termos proporcionais, um aumento da presença das mulheres em cargos de chefia ou liderança.

Por exemplo, na Escola Secundária de Caldas das Taipas, no ano letivo de 2016/17, 52% dos alunos eram do sexo feminino. A nível de docentes, 57% eram mulheres e, em termos de pessoal não docente, 78% eram mulheres. Se olharmos para o cargo de direção, até ao momento, esta mesma escola só teve dois homens a liderar a mesma. Se passarmos pelas outras escolas, o cenário, não será muito diferente. Uma das diferenças, terá sido com a atual vice-presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Adelina Paula, que esteve à frente do agrupamento Arqueólogo Mário Cardoso.

continuar a ler ⤳

Categoria: Etiqueta:

Product Description

Desigualdade de género

Editorial Alfredo Oliveira

O reconhecimento público a determinadas individualidades dado pelo 24 de junho proporcionou um debate sobre a questão da desigualdade de género. Trata-se de uma realidade que se estende por todo o país (não, não é exclusivo de Guimarães), visível nas mais diversas áreas da nossa vida.

A uma maior presença da mulher nas escolas e no trabalho não tem correspondido, em termos proporcionais, um aumento da presença das mulheres em cargos de chefia ou liderança.

Por exemplo, na Escola Secundária de Caldas das Taipas, no ano letivo de 2016/17, 52% dos alunos eram do sexo feminino. A nível de docentes, 57% eram mulheres e, em termos de pessoal não docente, 78% eram mulheres. Se olharmos para o cargo de direção, até ao momento, esta mesma escola só teve dois homens a liderar a mesma. Se passarmos pelas outras escolas, o cenário, não será muito diferente. Uma das diferenças, terá sido com a atual vice-presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Adelina Paula, que esteve à frente do agrupamento Arqueólogo Mário Cardoso.

continuar a ler ⤳