2018-01-Reflexo-259-loja-online

Jornal Reflexo #259

1.00 IVA incl.

Jornal Reflexo #259, de Janeiro de 2018

À entrada de um novo ano, reservamos algum espaço do jornal de Janeiro, que agora lhe enviamos, para fazer uma reflexão sobre o ano que passou. O factos e as datas de alguns dos acontecimentos que importará reter para o futuro. Aproveitando também o momento de viragem, elencamos alguns dos temas que conformarão o ano de 2018 que agora começa, alguns dos quais passarão com certeza pelas páginas do jornal.

O tema de abertura desta edição é a notícia agridoce de que a obra da nova escola EB 2,3 segue sem sobressaltos de maior. Mas que, no entanto, numa nova escola, velhos problemas poderão subsistir. Isto caso não se aproveite a oportunidade para resolver alguns conflitos que há muito estão sinalizados. As questões continuam em aberto, mas não há compromissos.

Na sequência dos trabalhos com grupos musicais mais ou menos informais que existem na vila de Caldas das Taipas, chegou a altura de entrevistarmos Agostinho Correia, do Conjunto Rio Ave – um dos mais antigos grupos de música ligeira existentes no norte do país. Aproveitamos a oportunidade e gravamos um vídeo com um dos temas históricos do Rio Ave. O convite é para que vão passando pelo site do Reflexo para ver o resultado.

Neste primeiro número do ano, falamos com Vítor Pacheco, treinador da equipa de seniores do Clube de Caçadores das Taipas. Na entrevista faz-nos um balanço da primeira volta da época e acalenta a ambição de tocar nos lugares cimeiros da tabela classificativa.

Categoria: Etiqueta:

Product Description

À entrada de um novo ano, reservamos algum espaço do jornal de Janeiro, que agora lhe enviamos, para fazer uma reflexão sobre o ano que passou. O factos e as datas de alguns dos acontecimentos que importará reter para o futuro. Aproveitando também o momento de viragem, elencamos alguns dos temas que conformarão o ano de 2018 que agora começa, alguns dos quais passarão com certeza pelas páginas do jornal.

O tema de abertura desta edição é a notícia agridoce de que a obra da nova escola EB 2,3 segue sem sobressaltos de maior. Mas que, no entanto, numa nova escola, velhos problemas poderão subsistir. Isto caso não se aproveite a oportunidade para resolver alguns conflitos que há muito estão sinalizados. As questões continuam em aberto, mas não há compromissos.

Na sequência dos trabalhos com grupos musicais mais ou menos informais que existem na vila de Caldas das Taipas, chegou a altura de entrevistarmos Agostinho Correia, do Conjunto Rio Ave – um dos mais antigos grupos de música ligeira existentes no norte do país. Aproveitamos a oportunidade e gravamos um vídeo com um dos temas históricos do Rio Ave. O convite é para que vão passando pelo site do Reflexo para ver o resultado.

Neste primeiro número do ano, falamos com Vítor Pacheco, treinador da equipa de seniores do Clube de Caçadores das Taipas. Na entrevista faz-nos um balanço da primeira volta da época e acalenta a ambição de tocar nos lugares cimeiros da tabela classificativa.