PUB
Princípios do jogo
Terça-feira, Outubro 3, 2006

Podem ser destacados desde já, os princípios do ataque e da defesa, deixando para um próximo número as transições ofensivas e defensivas.

Segundo as concepções do Prof. Carlos Queiróz o ataque e a defesa dividem-se em 4 princípios. Os princípios do ataque apresentam-se da seguinte forma: penetração, cobertura ofensiva, mobilidade e espaço; e os da defesa pela: contenção, cobertura defensiva, equilíbrio e concentração.

Antes de nos debruçarmos sobre os princípios do jogo, temos que ter a real noção que a equipa que tem a bola está a atacar e a equipa que não tem a posse da bola está a defender.

Parece-me que o 4º princípio, tanto o do ataque como o da defesa, são os mais importantes tendo consciência que os anteriores são princípios adquiridos.

Uma equipa na posse da bola deve procurar ocupar zonas no terreno de jogo, que permita uma largura e uma profundidade. Isto, só pode ser feito com o afastamento entre sectores (defesa, médios e atacantes) e jogadores do mesmo sector. Este princípio (espaço) serve para obrigar a equipa adversária a abrir espaços, permitindo a quem ataca, penetrações mais facilitadas.

Quando uma equipa perde a bola, tem obrigatoriamente que encurtar os espaços de jogo do adversário. Isto pode ser feito através de uma aproximação dos sectores e dos jogadores do próprio sector. Quem defende, tem o privilégio de contar com a regra do fora-de-jogo, para encurtar espaços.

Não nos podemos esquecer que as coberturas, ofensivas e defensivas, devem estar bem interiorizadas pelos jogadores, de modo a equipa não perder o equilíbrio em acções ofensivas e em acções defensivas.