PUB
Presidente do CART contestou os apoios às associações desportivas vimaranenses
Presidente do CART contestou os apoios às associações desportivas vimaranenses
Alfredo Oliveira
Segunda-feira, Março 4, 2019

Já no final da reunião do executivo realizada em Urgezes e na parte reservada ao público, o presidente do CART questionou as razões que levaram à diminuição das verbas atribuídas à coletividade que dirige. Lima Pereira mostrou “o desagrado pela forma como o clube tem sido tratado por esta Câmara Municipal”.

Tendo quatro modalidades em atividade (hóquei em patins, voleibol, patinagem artística e karaté) desenvolvidas em pavilhão, Lima Pereira afirmou que “o CART sai prejudicado em relação ao último ano e já tinha sido prejudicado o ano passado e, para agravar, também a Junta de Freguesia resolveu penalizar o CART, não atribuindo qualquer verba, o que fez com que recebesse menos 5.000 euros destas duas entidades. E se fomos prejudicados o ano passado, este ano voltamos a ser, pois vamos receber menos 5 mil euros, o subsídio atribuído para compensar a falta do pavilhão da EB 2,3 das Taipas (casa do voleibol do CART), pois treinamos em Ponte e em Briteiros com os respetivos custos. Em dois anos, o CART vê os subsídios da entidade camarária e da vila a serem reduzidos em 15.000 euros!”

O presidente do CART estabeleceu algumas comparações ao nível de atribuição de subsídios com outras coletividades para mostrar a disparidade de tratamento em detrimento da coletividade taipense.

Notícia a desenvolver na edição do jornal Reflexo de março, esta semana nas bancas