Postos da zona das Taipas deverão entrar em rotura até ao final de quarta-feira
Postos da zona das Taipas deverão entrar em rotura até ao final de quarta-feira
Manuel Silva
Quarta-feira, Abril 17, 2019

Como seria de prever, a crise dos combustíveis está a afetar, os postos de abastecimento das bombas de combustível das zonas da Taipas. Gasóleo e gasolina deverão esgotar até ao final do dia.

Até às 15 horas de quarta-feira, 17, apenas o Intermarché e a Repsol em Sande (S. Martinho) estava ainda a abastecer. As filas para estes postos estão com uma espera de 15 a 30 minutos.

Na BP e na Galp das Taipas , o gasóleo está esgotado. Quanto à gasolina, o posto da Galp nas Taipas tem apenas para abastecimento gasolinas da série Evologic. A BP tem ainda gasolina 98 e 95 mas, no caso deste último tipo de combustível as bomba teve uma avaria, estando o posto a aguardar uma equipa de reparação.

À volta das Taipas, em Donim, a bomba estava ainda em funcionamento, mas com uma longa fila de espera que poderá ir além da meia hora. Em Ponte, a Galp do parque industrial tem todos os tipos de combustível esgotados. A Repsol na EN101 tem o gasóleo esgotado.

O rareamento dos combustíveis deve-se à greve dos profissionais da distribuição que operam as cisternas que abastecem os postos de todo o país. A greve iniciou-se às 00:00 horas de segunda-feira, 15, tendo ao final do dia de ontem havido uma reunião entre governo e sindicatos do setor.

Foi feita uma requisição civil, mas que apenas vigora nas área metropolitanas de Lisboa e do Porto. O Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) e os trabalhadores do setor defendem a diferenciação da categoria profissional relativamente à classe dos motoristas.

Os postos de gasolina tem uma obrigação legal de manter uma reserva para abastecimento de veículos de proteção civil.