PUB
Parque de lazer das Taipas: Oposição critica falta de comunicação entre Câmara e Junta de Freguesia
Parque de lazer das Taipas: Oposição critica falta de comunicação entre Câmara e Junta de Freguesia
Terça-feira, Junho 13, 2017

O relatório final da empreitada do Parque Lazer das Taipas foi a reunião de Câmara na última quinta-feira, 08. Na intervenção da Coligação Juntos por Guimarães, André Coelho Lima falou em “desrespeito institucional” por parte do presidente Domingos Bragança que, disse, não envolveu o presidente da junta de Caldelas, Constantino Veiga, neste processo.

O presidente de Câmara esclareceu que o Parque Lazer das Taipas é um projeto sob a tutela da arquiteta Alexandra Gesta e que a mesma o discutiu “exaustivamente” com várias entidades, inclusivamente com a Junta de Freguesia. Afastando qualquer polémica, Domingos Bragança garantiu que tem boas relações com a junta das Taipas e que fala frequentemente com o seu presidente, Constantino Veiga.

André Coelho Lima vincou que, como os presidentes de junta em Portugal são eleitos e não nomeados pela Câmara, “há um dever de quem está à frente da Câmara Municipal de envolver e de fazer participar nas decisões”. Sublinhou ainda que não lhe interessa se o presidente da Câmara fala “dez vezes por dia ao telefone” com o presidente da junta de Caldelas, acrescentando que lhe “diz pouco que o presidente diga que está em contacto com o presidente da junta: o que conta é a dimensão institucional”.

Entretanto, a junta de freguesia já fez saber que esta quarta-feira, 14, vai apresentar o projeto de reabilitação e de valorização do rio Ave. “O presente projeto concretiza as melhores práticas de reabilitação fluvial, aplica técnicas de engenharia natural para estabilização de margens com envolvimento de técnicos, proprietários e população local. O projeto que será amanhã apresentado resulta de uma parceria entre a empresa Engenho e Rio, cujo sócio-gerente é autor do projeto, junta de freguesia de Caldelas e Agência Portuguesa do Ambiente.