Os festejos de elevação das Taipas a categoria de vila realizados em 1940
Quinta-feira, Maio 25, 2017

Ao pesquisarmos a imprensa periódica contemporânea da elevação de Caldas das Taipas a categoria de vila, temos referências do modo como a notícia foi conhecida em primeira mão na povoação, bem como os festejos que se efetuaram nesse mesmo dia.

Os taipenses tiveram conhecimento desta notícia, ao fim da tarde do dia 19 de junho de 1940, através da emissão radiofónica da Emissora Nacional. A notícia correu rapidamente não tardando que repicassem os sinos da igreja matriz, estralejassem os foguetes e uma banda de música percorresse as principais artérias da nova vila, enquanto que em frente à sede da Junta de Turismo da Estância Termal das Taipas se aglomerou um grande número de taipenses, que para aí convergiu, ao som dos hinos das Taipas e da cidade de Guimarães. Numa das sacadas da sede da Junta de Turismo, o Sr. Tomás Rocha dos Santos proferiu um discurso improvisado, manifestando o seu contentamento pela notícia de elevação das Taipas à categoria de vila, que constituía há muito tempo o sonho dourado de todos os taipenses. Neste discurso, Rocha dos Santos, tem palavras de reconhecimento e de apreço para com o Dr. João Antunes Guimarães, deputado da Nação, e para com o Comandante José Eduardo Carvalho Crato, presidente da Junta de Turismo, personalidades a que as Taipas muito deviam. As palavras de Rocha dos Santos foram concluídas por uma prolongada salva de palmas, sendo levantadas vivas ao Dr. João Antunes Guimarães, ao Comandante Carvalho Crato, ao Ministro do Interior e a Portugal.

Rapidamente na imprensa local e regional, esta notícia seria amplamente difundida.

Todo o processo de elevação das Taipas à categoria de vila, remonta à sessão extraordinária de 27 de abril de 1940, da Junta de Turismo da Estância Termal das Taipas. Nesta reunião presidida pelo Comandante José Eduardo de Carvalho Crato, presidente da mesma, estando presente os restantes membros Francisco Pereira de Carvalho Ribeiro, Tomás Rocha dos Santos, Joaquim da Silva Ferreira Monteiro e João de Miranda Castro Antunes Guimarães. Nessa reunião por unanimidade foi resolvido pedir ao Ministro do Interior a elevação de vila da freguesia de Caldelas e povoação de Caldas das Taipas, ficando definido que o secretário da mesma Junta de Turismo dirigisse o pedido e solicitasse parecer favorável ao Governador do Distrito, Junta de Província do Minho, Presidente da Câmara Municipal de Guimarães e à Junta de Freguesia de Caldelas. Após a conclusão de todo este processo, a 19 de junho, seria publicado no Diário do Governo o decreto-lei nº30518, que elevaria à categoria de vila a povoação de Caldas das Taipas.