A oposição está a descaracterizar o seu papel
Terça-feira, Outubro 17, 2006

A Juventude Social Democrata (JSD) das Taipas emitiu uma nota de imprensa dando conta do seu descontentamento pelo comportamento da oposição relativamente ao executivo da Junta de Freguesia de Caldelas.

Para os jovens social democratas taipenses, a oposição tem assumido um papel de “contínua arrogância e indiferença pelo trabalho realizado quer pelo executivo da Junta de Freguesia quer pela Juventude Social Democrata de Caldas das Taipas”, o que consideram ser uma descaracterização do seu papel tornando assim cada vez mais difícil atrair jovens para a politica.

No documento aludem ainda ao compromisso assumido em público pela oposição para, caso perdessem as eleições (o que se veio a verificar), “ajudar o executivo da Junta de Freguesia, junto da Câmara Municipal para a vinda de variadíssimos projectos e verbas para as Caldas das Taipas, já que as promessas eleitorais eram muito idênticas, mas agora fazem a crítica sem fundamento, apenas querem importunar o excelente trabalho da Junta de Freguesia, apear dos cortes constantes da Câmara Municipal de Guimarães”.

Para a JSD das Taipas, a oposição quer que se faça num mandato o que eles próprios não fizeram em 16 anos de poder absoluto e consideram que esta mudança de ideias estão relacionada com o facto da oposição ter “o rabo preso ao Dr. António Magalhães”.
 
Consideram “intolerável quando ainda há um ano tudo era possível concretizar segundo o Dr. António Magalhães, aquando da sua vinda às Caldas das Taipas em campanha eleitoral pelo partido socialista, entretanto passou-se um ano e tudo mudou. O Partido Social Democrata ganhou e já não há dinheiro para nada”.

O documento termina com uma alusão ao que parece ser, segundo a JSD taipense, a táctica da oposição para este mandato: “criticar de forma desordenada e sem nexo, apenas para encher jornais”.

JSD de Guimarães
A Juventude Social Democrata de Guimarães transmitiu através de comunicado a sua satisfação pela escolha de Guimarães para Capital Europeia de Cultura.

Os sociais-democratas consideram que esta será uma oportunidade para desenvolver o concelho não só termos culturais. A JSD defende que a construção das infra-estruturas necessárias poderão ser “um óptimo motivo para que a cidade possa desenvolver-se e crescer de forma harmoniosa”.

O desenvolvimento do turismo será o sector mais beneficiado, acredita a JSD que lembra o plano estratégico para o turismo apresentado pelo Grupo Parlamentar do PSD de Guimarães.

Os seis anos que ainda faltam não deverão no entender da JSD, “acalmar os esforços para erguer uma Capital Europeia de Cultura de excelência em Guimarães”.

Texto: Manuel António Silva

________________________________
COMENTÁRIOS A ESTA NOTÍCIA

Da minha parte, deixo aqui o meu mui sincero pedido de desculpas à JSD pelo papel que tenho assumido de “contínua arrogância e indiferença” pelo trabalho desenvolvido por esta juventude partidária, bem como pelo meu “criticar de forma desordenada e sem nexo, apenas para encher jornais”. Por estes actos me penitencio e aqui deixo o meu acto de contrição!
Apesar de não fazer outra coisa que não seja criticar o V/ trabalho, prometo que tentarei ser mais imparcial e justo.
No entanto, descansem, pois os taipenses mais esclarecidos dão-vos o devido valor que, diga-se, é ENORME!
Não desistam e continuem o excelente trabalho que têm efectuado em prol do desenvolvimento económico, social e cultural desta freguesia. Parabéns e bem hajam!!José Luís Oliveira  2006-10-17  12:27h.

Trabalho da JSD… Que trabalho? Tirar finos na festa de S.Pedro?
André Silva  2006-10-17  15:45h.

Apesar de pela leitura da nota à imprensa eu ficar sem saber se sou ou não atingido, porque como membro minoritário da Assembleia de Freguesia as poucas críticas que fiz à Junta de Freguesia foram sobre o facto de ela não cumprir as leis nem o estatuto da oposição, pois quanto à sua actividade confesso-me baralhado. É que os relatórios da actividade da Junta destilados só dão festas ou actos directamente relacionados com elas. Julgo que a JSD/Taipas fará a justiça de reconhecer que eu nada disse até agora sobre a acção da Junta. Nem muito, nem pouco. Nada. Zero. E tenho recusado falar sobre nada porque o que me foi disponibilizado se resume às festas da Vila e a S.Pedro, o que sendo alguma coisa onde aliás a JSD colaborou, não é, de modo nenhum a essência das competências que por lei estão atribuídos a qualquer órgão autárquico.
Pela minha parte e pela parte do PCP/Taipas, como o caso da desactivação do Serviço de Saúde Pública do Centro de Saúde das Taipas prova, tudo será feito para defender o que temos e para exigir o que não temos mas merecemos. Se a JSD/Taipas quiser juntar a sua voz à nossa nesses e noutros combates semelhantes, será bem vinda.
Cândido Capela Dias  2006-10-17  17:20:h.

Sr. André Silva, lembro-lhe que antes a direcção das festas pagava a cada pessoa que trabalhava na cerveja cerca de 200 euros, ou mais, por pessoa… bem, já viram o dinheiro que com esta actividade irrelevante a JSD poupou à Junta!!!
Sr. Cândido Capela Dias eu entendo a politica como um conjunto de diversas opiniões divergentes que em conjunto contribuem para o desenvolvimento de uma comunidade, neste sentido e apesar de divergências estatutárias, obviamente que a JSD está disposta a trabalhar em conjunto para o melhor da Vila e espero que daqui a algum tempo os vindouros possam ter orgulho na sua TERRA olhando para nós como exemplos e queiram trabalhar e vir a fazer mais e melhor pelas suas comunidades.
Falem também com os comerciantes da nossa Vila e informem-se do trabalho da JSD junto deles.
Sr. José Luís Oliveira ironia a esta hora??? Ganhe seriedade e lembre-se que o que interessa não são os partidos mas as pessoas que humildemente nos entregam a sua confiança através dos votos…
A JSD está e estará sempre interessada no melhor da vila, tenho a certeza que o Presidente da JSD Nuno Araújo partilha as minhas palavras, por isso me escolheu como seu Vice.
Carlos Silvério 2006-10-17 18:46h

Com a vossa ajuda na feira da francesinha… As festas foram as melhores de sempre! O problema é que o dinheiro gasta-se em artistas…e o S. Pedro dura 1 mês! As taipas continuam sem as infra-estruturas que necessita!!! Continuem a branquear a situação da Junta e o seu não cumprimento das promessas…que vamos no caminho certo…. Temos futuro…
Taipense Atento 2006-10-17 19:03h

Desculpem a minha divergência sobre alguns assuntos, mas penso que algumas verdades se impõem. 1.ª – Os jovens da JSD estão baralhados, quando falam de arrogância e indiferença da oposição, nota-se que nunca assistiram sequer a uma assembleia de freguesia, essa posição existe sim senhor, mas da parte do executivo da Junta, que não cumpre as leis, não apresenta as contas, como aconteceu na ultima assembleia, trata os deputados da oposição com insinuações caluniosas… penso que quem lhes encomendou este recado não se fez entender devidamente. Depois, fico com a sensação de que o PSD fez inúmeras promessas eleitorais com base na capacidade de execução dos outros partidos, só assim se justifica esta desilusão com a oposição. Se sabiam que não tinham capacidade, meus amigos, enganaram-se na estratégia, semeiam ventos e guerras com toda a gente, desde a Câmara, à oposição, aos motards… enfim… não é por ai que lá chegam. Já agora deviam esclarecer se os 16 anos de poder absoluto de que falam, incluem os 4 anos em que o Actual presidente da Junta e o actual Secretário faziam maioria no executivo.
Rogério Leite da Silva 2006-10-17 19:21h

Sr. André, colaboramos realmente nas festas da vila assim como colaborou o Sr. Ângelo Freitas ao trazer a banda da Força Aérea. Você tem memória muito curta ou anda mal informado, tem que andar mais atento, mas eu dou-lhe uma ajuda. O projecto de revitalização do comércio tradicional taipense com um evento que atraiu mais de 200 pessoas, prevenção anti-tabagica que fizemos junto das escolas com representantes da luta contra o cancro, conferência de imprensa junto ao Rio Ave com o fim de sensibilizar os empresários para as causas nefastas para a saúde pública de descargas poluentes e incentivar os populares na campanha das limpezas das margens, formação dos jovens para o mundo político e associativo, mobilização dos jovens para o recenseamento, fomos pioneiros a descentralizar a JSD concelhia, o projecto droga nas escolas, parceria com a JSD Guimarães, lançando o debate publico sobre a sua problemática que culminará numa formação dos pais taipenses para lidar com os filhos sobre esta problemática, enfim muito mais, mas aconselho-o a consultar o nosso site para obter mais informações.
Quanto ao Dr. Capela Dias é obvio que as criticas não eram para si, mas sim para a oposição socialista e pela pouca experiência política que temos já percebemos que trabalha em prol da freguesia e estamos disponíveis para lutar pelos interesses dos taipenses, e porque não juntar as vozes para ajudar a acabar com esta discriminação camarária!
Quanto ao Sr. Rogério Leite engana-se completamente, nós não somos paus mandados ao contrário de alguns que mudam de opinião rapidamente, a JSD é autónoma e lamento essa afirmação.
Nuno Araújo 2006-10-17 22:06h

Antes de mais devo esclarecer que tinha definido a mim mesmo que jamais comentaria um comentário de outro comentarista, mesmo que esse me atingisse directamente a mim.
Devido às circunstâncias, vejo-me obrigado a quebrar essa regra, porque para mim a verdade é só uma, e a lealdade e solidariedade com aqueles que me acompanham são valores que jamais quebrarei. Quero que fique claro que não é por mim que me pronuncio sobre este assunto, eu estou à vontade e não sinto sequer necessidade de desmentir nada, de mim, e de quanto recebi, poderão falar os outros Taipenses de honestidade e idoneidade inquestionáveis e que estiveram comigo na direcção da feira da francesinha nos 2 primeiros anos. Mas considero que seria uma covardia da minha parte e uma traição aos jovens Escuteiros da nossa Vila que comigo trabalharam inexcedivelmente e de forma exemplar como aliás foi reconhecido por todos, para que a feira da francesinha fosse o que é hoje, ler o comentário do Sr. Carlos Silvério e ficar mudo.
Sr. Carlos Silvério, mais uma vez, e lamento dizer isto, o Sr. não esteve nas anteriores feiras da francesinha, por isso mais uma vez, o recado ou foi mal transmitido ou foi mal recebido, O Sr. Deverá dizer quem, e em que circunstâncias, recebeu 200 euros ou mais, e quem foi o pagador, para que esse alguém possa exigir as provas de uma afirmação destas.
Eu, enquanto um dos responsáveis desconheço totalmente estes pagamentos, e informo-o de que hierarquicamente acima da nossa direcção apenas existia o então tesoureiro da Junta, Sr. Arquitecto Constantino Veiga. Informo-o ainda de que mantenho em meu poder fotocópias das contas com todas as receitas e despesas das 2 Feiras da francesinha em que integrei a direcção, e estou disponível para confrontá-las com as suas para que a verdade seja reposta.
Sr. Carlos Silvério, estas afirmações que faz, desmentem a sua tese do que diz entender ser a politica. O Sr. É um Jovem, e dizem-me que com capacidade intelectual, como tal e porque é novo na politica, deixo-lhe um conselho: A politica faz-se com seriedade, transparência, e de cabeça levantada, na política como em tudo, devemos pensar sempre pela nossa cabeça e nunca pelo que nos emprenham nos ouvidos, sob risco de tropeçarmos em galhos que estavam escondidos e pormos em causa não só a nossa credibilidade como a da instituição que representamos.
Rogério Leite da Silva 2006-10-17 23:34h

Esta coisa dos comentários foi realmente das melhores coisas que o Reflexo criou no seu site. Para além de outras vantagens, tem-nos revelado o quão pobrezinhos são os nossos “políticos”, se assim se podem chamar (salvo raras excepções, claro). E os comentários a esta notícia são disso a prova, com os nossos políticozinhos a “trocar galhardetes”, a brincar aos políticos… só lhes falta dizerem quantas horas trabalhou cada um deles na feira da francezinha, já que mais não sabem… Mas o comentário mais infeliz ainda consegue ser o primeiro, o do responsável máximo pela oposição na Ass. de Freguesia. É mais uma prova de que têm de deixar de dar tanta importância a J. Luís Oliveira.. De facto, aprendeu bem depressa a lição de um dos seus “padrinhos”, Remisio Castro: IRONIA…IRONIA…Ironia… Será que não sabe mais do que isso, para além de andar a “dizer mal” das restantes empresas municipais?…
Joaquim Ribeiro  2006-10-18  11:02h.

Então as pessoas que trabalharam nas edições anteriores…enganaram-se…Agradeço os conselhos e podem ter a certeza que não vão para a gaveta…Acho que devíamos todos usar esta garra que aqui mostramos na procura do melhor para a Vila!!! Afinal conseguimos mostrar que somos todos Bairristas!!!!
Olhe quem diz que a JSD não faz nada…Só com um texto conseguimos abrir uma discussão produtiva, que no futuro pode dar os seus frutos.
Viva as Taipas!!!
Saudações Taipenses
Carlos Silvério 2006-10-18 21:24h.

A verdade tem que ser dita. Há 5 meses atrás vi o Sr. presidente da junta com um membro da JSD na feira semanal. Aproveitei a sua presença e fui ter com ele para lhe pedir o que várias pessoas da minha rua já foram pedir à Junta: um caixote do lixo para colocar o lixo à beira da estrada. Expliquei-lhe que desde que fizeram a bomba da Galp que, no sítio onde havia o contentor do lixo, deixou de existir e que os moradores da rua do Alvite colocavam o lixo num caminho junto à estrada. Com cães abandonados, a situação complicou-se e começaram a roer as sacas e o lixo a espalhar-se pelo chão, para não falar do cheiro. Disse-lhe ainda que tínhamos de ouvir bocas dos moradores do prédio em frente a dizerem que os das taipas vêm pôr lixo às Taipas. Lamentável. Pois bem, de imediato o Sr. presidente e o respectivo membro da JSD se propuseram a resolver o problema mas, até agora, já passaram 5 meses e várias reclamações na Junta e a situação continua na mesma. Claro que o mau cheiro, o lixo espalhado no chão e amontoado não é um problema muito importante. É melhor lavar roupa suja e fazer queixinhas dos opositores do que trabalhar e resolver os problemas.

Cris 2006-10-19 17:48h.

 

Concordo com a Cris, isto é uma autêntica palhaçada. Andam todos a brincar aos políticos, porque infelizmente até de políticos têm pouco. Convenhamos que depois do Remisio (que pelos vistos deixou muitos inimigos) o único político de jeito é o Sr. Dr. Capela e o Sr. Armando Marques da Junta. O resto, são todos uns pobres coitados que ninguém os conhece, nunca ouviu falar, muito memos pessoas da minha idade se perguntam: Quem é o Carlos Silvério? (que só faz critica destrutiva, é um autêntico seguidor do “tino”. Quem é o Rogério Leite (parabéns pelo menos o Sr. está a começar, mas parece-me que sabe criticar.) Meus Senhores trabalhem pela causa pública, limpem a vila que está cheia de folha, de canos de árvores, limpem as vossas portas como eu limpo a minha (não preciso de varredores, nem cantoneiros), limpem as valetas, e vão ver que lhes sobra menos tempo para se matarem uns aos outros com palavras. Depois disto um pequeno pensamento …” o que será da nossa tão bela e pobre Vila, com gente tão medíocre a governá-la…. que nos acudam os anjos, porque de demónios estamos cheios”. Tenho dito até para a semana.

João 2002-10-20 22:46h.


Caro Sr. João concordo consigo. De facto, o melhor é todos assumirmos uma postura de Taipenses já que o exemplo não vem de cima. Também não é para admirar. No entanto, ao contrário do que escreve devo-lhe dizer que deixei mais amizades do que inimigos, sendo que em politica governar não significa fazer a vontade a todos nem por a mão nas costas ou dar beijinhos. Sinto que cumpri com o meu dever de cidadão e só desejo que quem está a seguir faça muito melhor para bem dasTaipas e de todos.

Carlos Remísio 2006-10-25 09:54h.