28 novembro 2022 \ Caldas das Taipas
tempo
18 ºC
pesquisa

Educar para proteger o futuro

Ana Menezes
Opinião \ quinta-feira, novembro 10, 2022
© Direitos reservados
O lema “Educar para proteger o futuro” foi o escolhido pela Federação Internacional da Diabetes e a Organização Mundial de Saúde para o Dia Mundial da Diabetes de 2022, no dia 14 de novembro.

O Dia Mundial da Diabetes tem como logotipo um círculo azul, que simboliza a união da comunidade em resposta à epidemia da Diabetes. Este ano também se comemora o centenário da utilização da insulina para tratamento da Diabetes em pessoas.

A Diabetes é uma doença crónica que se estima que atinja 537 milhões de pessoas no Mundo, tanto crianças como adultos.

Os últimos dados oficiais de Portugal, de 2018, estimam uma prevalência de 13,4% entre as pessoas com 20 a 79 anos, sendo que mais de um quarto das pessoas entre os 60 a 79 anos tem Diabetes. Estima-se que 5,9% dos casos não estejam diagnosticados.

Existem vários tipos de Diabetes Mellitus ( tipo 1, tipo 2, induzida por drogas, gestacional, MODY, LADA). Na Diabetes há uma desregulação do nível dos açúcares no sangue, com diferentes causas dependendo do tipo de Diabetes. Esses níveis elevados de açúcar (glicose) no sangue causam lesões em vários órgãos o que pode levar ao desenvolvimento das complicações:

 - Doença vascular cerebral / Acidente Vascular Cerebral (AVC) - lesão das artérias que levam sangue para o cérebro e que podem obstruir ou romper e levar à morte de células;

 - Retinopatia Diabética - lesão de uma parte do olho chamada retina, que pode provocar cegueira;

 - Doença coronária - lesão das artérias do coração que pode provocar enfarte do miocárdio e insuficiência cardíaca;

 - Nefropatia diabética - lesão do rim que pode progredir para insuficiência renal;

 - Neuropatia diabética - lesão dos nervos. A neuropatia periférica causa dor, dormência e falta de sensibilidade nas mãos e nos pés. A neuropatia proximal atinge outros órgãos como o cérebro, a medula, a bexiga, os intestinos, o coração, órgãos sexuais, entre outros;

 - Doença vascular periférica - a arterosclerose causa dificuldades na circulação de sangue nos vasos sanguíneos.

Os dois últimos fatores podem provocar lesões nos pés das pessoas com diabetes (Pé diabético) quando a doença não está controlada e ser causa de feridas (úlceras) podendo levar à amputação.

A Diabetes é uma causa cada vez menos frequente de morte e foi causa de morte em 3,8% dos óbitos em 2018.

 

Qual o futuro?

Estima-se que 1 em cada 9 pessoas terá Diabetes em 2030. Mas nem tudo são más notícias porque 50% dos casos de Diabetes Mellitus tipo 2 podem ser prevenidos, com cuidados com uma alimentação saudável e com exercício físico.

 

 - IDF. ABOUT WORLD DIABETES DAY. Disponível em http://worlddiabetesday.org/about/. Acedido no dia 7 de novembro de 2022

 - Observatório da Diabetes (12/2019). Diabetes Factos e Números - os anos de 2016, 2017 e 2018 - Relatório anual do observatório Nacional da Diabetes.

 - Sociedade portuguesa de Diabetologia. Disponível em https://www.spd.pt/#/observatorio-da-diabetes. Acedido em 7 de novembro de 2022

 - Manual MSD On-line. Disponível em https://www.msdmanuals.com/pt/profissional. Acedido em 7 de novembro de 2022