PUB
O fim da religião falsa está próximo!
Sexta-feira, Novembro 17, 2006

Decorre durante Outubro e Novembro uma campanha mundial das Testemunhas de Jeová de distribuição de um folheto desdobrável que convida as pessoas a analisarem de forma séria os ensinos e praxis religiosos.

Em face dos efeitos gravosos provocados pelos crimes, pelas guerras, pelo terrorismo e pela corrupção, todos praticados em nome da religião ou por pessoas que professam um credo religioso, as Testemunhas propõem uma análise distanciada da causa real desses fenómenos. Nesse sentido, o folheto enuncia um conjunto de critérios que permite diferenciar a religião verdadeira da falsa, ao mesmo tempo que sublinha o fim desta última como sendo a solução bíblica para a actual confusão religiosa associada a muitos dos problemas do mundo contemporâneo.

Na campanha promovida desde o dia 16 de Outubro participam, a nível local, cerca de 100 voluntários privilegiando o contacto directo aquando da distribuição dos mais de 6000 desdobráveis junto de todas as famílias na mancha geográfica das Taipas, Brito, Ronfe e freguesias circunvizinhas a estas. Logo de seguida, as Testemunhas propõem-se a dar continuidade à campanha por encetar um esforço personalizado de elucidação junto dos detentores do folheto sobre o cumprimento eminente das profecias bíblicas respeitantes à religião falsa.

COMENTÁRIOS A ESTA NOTÍCIA
___________________________________________

Que bom que neste tempo turbulento, algum grupo religioso nos ajuda a entender melhor as profecias da bíblia altruisticamente.
Marcelo 2006-11-17 16:17h

Os meus parabéns ás Testemunhas de Jeová, por esta campanha. Tiveram a coragem de “apontar o dedo” a alguns dos verdadeiros culpados pela actual situação mundial: a Religião que usa o nome de Deus e de Jesus e tem feito coisas terríveis. O resultado está à vista, todas as guerras que existem actualmente, e no passado, foram feitas por religiosos, ou pelo menos apoiadas por “eles”. A cristandade é a mais repreensível, pois diz representar a Cristo, o príncipe da Paz, e apoiam as guerras das nações. De que maneira? Usando seus capelães para abençoar armas, que serão usadas para matar, imaginem, pessoas da mesma religião! Por isso, católico mata católico, protestante mata protestante, muçulmano xiita mata muçulmano sunita, etc. Claro que te a maior culpa de sangue, pelo sangue derramado nas guerras travadas ao longo da nossa História. Ao menos as ditas Testemunhas de Jeová, nunca se envolveram nas guerras das Nações, mantêm estrita neutralidade. Portanto aqui vão o meu OBRIGADO às Testemunhas de Jeová, pela sua coragem em expor o erro da religião em geral. Continuem a fazer o vosso trabalho. Não desistam mesmo em face da apatia da maioria das pessoas. Daqui o meu abraço as todas as Testemunhas de Jeová que eu conheço.
António Manuel 2006-11-17 23:06h

O que o tratado não explica é como boa parte dos Donativos para as Testemunhas de Jeová são destinados a pagar processos judiciais na tentativa tresloucada de SILENCIAR vítimas de abusos sexuais ocorridos em congregações das mesmas Testemunhas de Jeová. Saiba mais: https://br.geocities.com/rosazul_documentos/napa01.html
Rosa Rad 2006-11-17 23:33h

Primeiro sou muito grato às Testemunhas de Jeová pelo fato de ter tido a coragem de expor a Religião Falsa e além de tudo explicar com detalhes as suas faltas e como exemplo mostrar o que Deus pede que saiam do meio dela… E como resposta a Rosa Rad, queira saber assim como eu sei que os donativos que as Testemunhas de Jeová recebem voluntariamente elas não são destinadas a encobrir erros iníquos de nenhum membro ou desprotegê-los são utilizadas para a obra do Reino, e referente a ocorrer estes actos impuros por membros imperfeitos fiquem sabendo que elas as testemunhas põe esse infractor e pecador para fora da congregação acto esse que difere das Religiões falsas.
Johnnys Travassos 2006-11-18 14:34h

Isso é uma realidade, os tempos estão chegando ao fim… Conforme pesquisas actuais, até ao ano 2050 não haverá espaço para tantas pessoas viverem nessa terra que conhecemos hoje e é urgente as pessoas aperceberem-se disso. O que esse pessoal da Geocities não sabem é que eles são um bando de ateus, e uma coisa é certa infelizmente alguns desses que criticam essa obra que nenhum outro grupo religioso faz é que só vão descobrir a verdade da pior maneira possível no dia D “Ha-hamargedom”. Afinal a organização em si ela é perfeita no entanto porém todos os membros são imperfeitos e esses que cometem erros aos olhos de Deus não vão passar despercebidos. Uma coisa que sempre falo e lembro. O julgamento vai ser individual e não como grupo!
O conselho que dou é: quando uma Testemunha de Jeová passar em sua casa, escute o que ela tem a dizer e confira na Bíblia se elas falam a verdade ou não, tenham curiosidade de aprender a verdade e o único livro que ensina a verdade é a Bíblia.
Eduardo Pereira 2006-11-18 15:38h

Já recebi esse folheto e concordo em género, número e grau com o que está escrito nele. Mas admito que é preciso muita coragem para expor o erro das religiões, coragem essa que comparo com os dos profetas no Antigo Testamento e com os apóstolos no Novo Testamento. Ir na contra-corrente das actuais religiões, que se envolvem na política, que apoiam ou toleram práticas claramente condenadas nas Sagradas Escrituras já exige coragem. Agora, sair de casa em casa evangelizando de verdade e expondo a hipocrisia religiosa não é para qualquer um. Parabéns pelo trabalho e continuem assim.
Luiz Faistauer 2006-11-18 15:55h

Com todo o respeito que tenho pela sua pessoa [Rasa Rad], mas não procede esta sua versão que as Testemunhas de Jeová, silenciam diante de vítimas de abusos. Ao contrário, nós não toleramos tais coisas. Por favor queira informar-se das coisas, em vez de tirar conclusões precipitadas. Se existe um povo que não tolera entre os seus membros, tais actos contrários à lei de Deus são as Testemunhas de Jeová.
João Carlos de Araújo 2006-11-18 16:38h

Se uma Testemunha de Jeová abusa sexualmente de alguém, ao contrário do que o desenformado do Rosa Rad sabe, ela não é protegida, tenta-se ajudá-la espiritualmente por meio da Bíblia e se não corresponder aos esforços de ajudá-la, ela é imediatamente desassociada da congregação em obediência ao que a Bíblia ordena (1 Coríntios 5:13) e independente de sua receptividade a ajuda espiritual, terá que arcar com o ónus judicial (despesas processuais etc..) pelo ato crasso que cometeu. Você está confundindo-nos com a igreja católica. Minha sugestão amorosa é que deixe de perder tempo confeccionando blogs difamatórios e estude a Bíblia e pratique-a, afim de que possa salvar sua vida na eminente guerra do grande dia do Todo-Poderoso Jeová Deus ,”O ARMAGEDON”
Carlos Santos 2006-11-18 19:28h

Apesar de sofrerem uma grande oposição por parte de clérigos da cristandade, as Testemunhas de Jeová mostraram-se mais uma vez corajosas ao exporem um assunto tão sério que envolve toda a sociedade.
Isso mais do que nunca mostra o seu empenho pela verdade e pelo esclarecimento da verdade.
Os meus parabéns a todos que se dedicam a essa obra que Jesus designou aos seus verdadeiros servos!
Alan Freitas 2006-11-19 01:06h

As Testemunhas de Jeová cumprem seu papel bíblico de orientar, enquanto ainda há tempo, a humanidade a recuar dos ensinos sórdidos da religião falsa!
Que Jeová, na sua infinita bondade continue a apoiar seu povo na elucidação dos crimes da Cristandade e por fim a vindicação de Sua soberania frente a um mundo tirano e perverso!
Sérgio 2006-11-19 02:31h

O tratado retrata uma tentativa feliz de expor as falhas deste sistema actual (governamental e mundial) e, como a religião no geral, maximizou os “calcanhares de Aquiles” das nações! A “verdade” tem de ser dita!
João Manuel Lourenço 2006-11-19 16:15h

Em comparação com todas as outras religiões, as TJ não têm mais envolvidos em casos sexuais e além disso, seus membros são firmemente punidos dentro do âmbito congregacional, muito diferente do que ocorre em todas as outras religiões. Se estiverem interessados em confirmar isto, vá a qualquer Salão do Reino (estão cordialmente convidados) para verificar se os envolvidos nos casos citados pelo remetente acima não foram punidos.
Leonardo Paes 2006-11-19 18:22h

Não são as Testemunhas de Jeová que tentam silenciar processos judiciais contra escândalos. Os ditos “escândalos” que as envolvem respeitam às transfusões de sangue. Quanto a isto, a ciência verdadeira apoia-nos. Mais que isto, a Bíblia ordena-nos a “abster-se de sangue”. Se os apóstatas e a religião falsa levantam acusações falsas contra o próprio Jeová. Que dizer dos servos dele? Leiam João 8:44. Obrigado por esta oportunidade em defesa da verdade.
Carlos Magnus D. Cunha 2006-11-20 02:15h

Gostei de ler a o comentário antes do meu [Rosa Rad 2006-11-17 23:33h]. Aprecio a inteligência e a forma coerente como o comentário apresenta a opinião do leitor acerca do assunto em questão… Quando nada há de construtivo a dizer, então a melhor forma de comentar o que quer que seja é atacar com frases feitas e teorias.
O meu bem-haja à inteligência usada… Graças a estes críticos. Extraordinário…
Pires 2006-11-20 09:35h

Agradeço os comentários levantados sobre aquilo que expus. Algumas respostas foram fornecidas. Queiram ler em https://rosadoc.blogspot.com/2006/11/reflexo.html
Rosa Rad 2006-11-20 22:23h

Tive o privilégio de participar da distribuição do tratado. E como a instrução era simplemsnte – deixar o tratado com o morador e partir para a próxima casa – eu peguei meus 50 exemplares, juntei 50 convites de reunião e tive o trabalho de colar um papelete em cada convite com os dizeres: “entre as Testemunhas de Jeová, por exemplo, a enorme burocracia desenvolvida pela Associação Torre de Vigia, tem permitido que molestadores de crianças permaneçam nas suas congregações e ocultos das autoridades civis”. Para saber mais sobre documentos e reportagens sobre isso, visite o www.silentlambs.org
Se das 50 pessoas que receberam o tratado, 1 delas “checar” as informações e passar adiante, já me darei por satisfeito.
Zebedeu  2006-11-21  13:59h

Uma religião que proíbe vacinas e, décadas depois (após mortes de membros) volta atrás, é verdadeira?
Uma religião que proíbe o transplante de órgãos e, décadas depois volta atrás, é verdadeira?
E uma religião que proíbe os familiares de conversar com ex-membros?
E uma religião cujo líder afirma que Abraão, Isaque e Jacó ressuscitarão em 1925, é verdadeira?
E não estou falando da boca pra fora. Falo com apoio documental, já que o assunto é sério.
Façam-me o favor…
Magalhães  2006-11-22  01:07h