PUB
Nicolinas 2020: não há cortejo do Pinheiro mas é para rufar das janelas e varandas
Nicolinas 2020: não há cortejo do Pinheiro mas é para rufar das janelas e varandas
Quinta-feira, Novembro 19, 2020

“Não será este vírus a derrotar o espírito Nicolino”. É este um dos motes da Comissão das Festas Nicolinas 2020 para a celebração deste culto vimaranense dedicado a São Nicolau que já tem mais de três séculos e que, este ano, será também ele diferenciado em virtude da pandemia.

O cortejo do Pinheiro, número mais concorrido da Festa dos Estudantes das Escolas Secundárias de Guimarães, não se realizará por razões óbvias: “Este ano, vamos ficar em casa na noite do Pinheiro, tocando nas janelas e varandas de nossas casas”, anuncia a comissão de festas.

Ou seja, não há corteja do Pinheiro, mais uma situação inédita provocada pela pandemia, mas o rufar das caixas e bombos será mesmo assim ecoado das varandas e janelas. É essa a intenção da Associação dos Antigos Estudantes do Liceu de Guimarães, Comissão das Festas Nicolinas para ano de 2020 e Associação de Comissões de Festas Nicolinas.

Domingo, 29 de novembro, dia do cortejo do Pinheiro, a ordem é para fazer de cada varanda ou janela um ponto de passagem do cortejo pelas 23horas. “Não vale a pena iludir-nos; este ano a Festa Nicolina será simbólica, mas cabe-nos manter este espírito. Em breve gritaremos vitória; temos São Nicolau do nosso lado”, refere Rui Gomes, presidente da Associação de Comissões de Festas Nicolinas num vídeo a apelar à participação nesta iniciativa.

Vídeo da Comissão das Festas Nicolinas: