Município de Guimarães adere ao manifesto “Autarquias sem Glifosato”
Município de Guimarães adere ao manifesto “Autarquias sem Glifosato”
© Direitos Reservados
Quarta-feira, Agosto 21, 2019

Ao fazer parte do grupo de autarquias que assinaram o documento, Câmara associa-se à alteração da prática do uso de Glifosato para controlo de plantas infestantes, “colocando a saúde pública e o ambiente em primeiro lugar” – refere nota da autarquia.

A campanha “Autarquias sem Glifosato” está a ser promovida pela Quercus, organização não governamental de ambiente, com o objetivo de eliminar o uso deste herbicida no espaço público das cidades. A campanha, que foi lançada em 2014, foi agora subscrita pela Câmara Municipal de Guimarães.

Guimarães passa a fazer parte do grupo de 16 municípios e onde se incluem também 36 freguesias, que assinaram o manifesto da Quercus. De acordo com informação da Câmara Municipal de Guimarães, a autarquia tem vindo a eliminar o uso dos herbicidas químicos, tendo eliminado totalmente do Glifosato.

Na mesma nota, a Câmara Municipal de Guimarães acrescenta que o abandono dessa prática foi tomada em cumprimento das normas europeias.

As soluções técnicas utilizadas neste momento pela autarquia, na maior parte dos casos, a monda manual – que permite a remoção das áreas ajardinadas apenas as espécies com características indesejadas – e a monda moto-manual e mecânica, através de pequenas motorroçadoras aplicáveis em bermas e passeios em pedra.