Multiusos, maioridade, muito… bem!
Quinta-feira, Novembro 7, 2019

Já são quase 900 eventos, desde que a brasileira Gal Costa estreou o palco do Multiusos de Guimarães em novembro de 2001, ao lado de Dori Caymmi e do vimaranense Manel d’Oliveira, convidados especiais de uma noite especialmente memorável cujas portas foram abertas por António Guterres, atual Secretário-Geral da ONU.

Desde esse dia, já passaram 18 anos. O espaço com multifunções, concebido para a realização de todo o tipo de eventos, atingiu a maioridade. Dotado de polivalência, flexibilidade e de uma acústica apreciada pelos grandes nomes da música internacional, o Multiusos tornou-se, por mérito próprio, na principal sala de grandes espetáculos no Norte do País.

Ao fim de quase duas décadas, vai receber brevemente obras de beneficiação com o objetivo único de manter os padrões de qualidade que o identificam como um local de referência no acolhimento de grandes competições desportivas, congressos, feiras, exposições, concertos musicais, mas sobretudo todo o tipo de espetáculos.

Hoje, o Multiusos de Guimarães é um dos maiores e mais importantes ativos estratégicos de Guimarães, pela notoriedade que tem, pela importância que da sua atividade resulta para a economia local e pelo efeito que teve na democratização do acesso generalizado a grandes eventos.

Muito perto de completar um milhar de eventos, já são mais de 200 concertos, cerca de 150 competições desportivas de vulto, quase 3.500 dias de utilização, 320 horas de televisão e cerca de 3,2 milhões de espetadores. As Comemorações Oficiais do Dia de Portugal ou a Reunião de Ministros do Emprego e Assuntos Sociais da União Europeia fazem parte do seu livro de honra.

Por serem tantos e tão bons, é difícil destacar alguns eventos, mas não deixa de ser relevante, pelo facto de ser inédito, a realização do Festival da Canção, o primeiro Congresso Nacional do PS fora de Lisboa, o primeiro Campeonato Mundial de Ginástica (Aeróbica) no nosso país, entre muitas outras coisas. Entre elas, a cerimónia de abertura da Capital Europeia da Cultura 2012 ou da Cidade Europeia do Desporto 2013…

Acompanhado por uma equipa dinâmica, diligente e empreendedora, Amadeu Portilha, atualmente no cargo de Presidente da Direção da Tempo Livre, regi-cooperativa municipal que gere o espaço, veste desde a primeira hora a camisola do Multiusos. Na semana de aniversário, tem pela frente três concertos em quatro dias, o que acontece pela primeira vez.

Será mais um teste à capacidade de trabalho da equipa de Portilha. E é, na verdade, mais uma prova que tudo é possível no Multiusos de Guimarães. Que, em 2020, tem já uma alta taxa de ocupação garantida, com destaque para o Europeu de Robótica, o World Vespa Days ou o Campeonato do Mundo Júnior de Ténis de Mesa. Eventos distintos, com temáticas diferenciadas, que legitimam e consolidam a distinção do (nosso) Multiusos.