Ministro Pedro Marques formaliza protocolos da Ecovia e da via de acesso ao Avepark
Ministro Pedro Marques formaliza protocolos da Ecovia e da via de acesso ao Avepark
Google
Terça-feira, Março 14, 2017

Os protocolos para o início da construção da Ecovia de Guimarães e da via de acesso ao Avepark serão assinados esta quinta-feira pelo Ministro do Planeamento e das Infraestruturas. Dois processos que marcaram o último mandato autárquico.

Os contratos para a construção da Ecovia e da via de acesso ao Avepark serão assinados em duas cerimónias distintas, durante a tarde desta quinta-feira, 16 de março. O ministro do planeamento e das infraestruturas, Pedro Marques, estará em Guimarães nessa altura para presidir a ambos os protocolos.

A primeira sessão está marcada para as 17 horas, na estação ferroviária de Guimarães, altura em que será concessionado um espaço canal correspondente à antiga linha de caminho de ferro, por onde passará parte da Ecovia de Guimarães. O documento será assinado por Domingos Bragança, juntamente com o presidente da Infraestruturas de Portugal, António Laranjo.

Uma hora depois, às 18 horas, já no Avepark, será altura para a formalização do protocolo para a construção da via de acesso ao Avepark, que contará com a participação do Governo de Portugal, ao abrigo do entretanto anunciado Programa de Valorização de Área Empresariais. Mais uma vez, António Laranjo, por parte da Infraestruturas de Portugal e Domingos Bragança, do lado do município vimaranense, assinarão o protocolo.

A assinatura deste contrato constitui mais um passo no processo de construção da via de acesso ao Avepark. Tendo em conta a comunicação da Câmara Municipal de Guimarães, a designação de via dedicada foi colocada de lado, passando o projeto a chamar-se Via de Acesso ao Avepark. A cerimónia protocolar será encerrada com uma declaração do secretário de estado das infraestruturas, Guilherme d’Oliveira Martins.

 

Dois processos transversais ao último mandato autárquico

A promoção da mobilidade pedonal e ciclável fez parte do programa eleitoral da candidatura de Domingos Bragança, em 2013. Estas medidas surgiam integradas num Plano Municipal de Mobilidade. A Ecovia de Guimarães começou a ganhar forma no discurso de Domingos Bragança após a consolidação da candidatura a Capital Verde Europeia.

O plano de ação de promoção da bicicleta foi apresentado a 14 de abril de 2015, no Laboratório da Paisagem. O Plano de Mobilidade foi deixando de ser mencionado, apesar das questões que a oposição foi colocando e das respostas do presidente da Câmara Municipal garantindo que o processo não estava esquecido.

A questão da acessibilidade Avepark é um assunto que remonta à altura em que foi inaugurado o parque de ciência e tecnologia. As dificuldades viárias e o tempo necessário para fazer a ligação ao Porto e ao aeroporto foram argumentos apontados sistematicamente a favor de uma ligação rápida ao nó de Silvares ou a construção de um novo nó da autoestrada A11, localizado em Brito.

Em outubro de 2014, Manuel Castro Almeida, Secretário de Estado do Desenvolvimento Regional do governo de Pedro Passos Coelho falava, durante a sessão de tomada de posse dos órgãos sociais da ACIG, da possibilidade de haver financiamento comunitário para uma via dedicada de ligação ao Avepark. Já no início de 2015, Domingos Bragança anuncia a intenção de a Câmara Municipal avançar com uma solução para o acesso rápido à vila de Caldas das Taipas e ao Avepark.

Pouco depois, o traçado defendido pela Câmara Municipal é apresentado e o processo entrou numa fase de debate público com várias instituições vimaranenses a manifestarem-se a este propósito. A autarquia promoveu sessões de apresentação da sua solução Fermentões-Avepark em todas as freguesias afetadas pelo seu traçado.

Os partidos da coligação Juntos por Guimarães apresentaram posteriormente um conjunto de alternativas à solução apresentada pela Câmara Municipal de Guimarães, baseando-se na possibilidade de requalificar a EN101. Recentemente, André Coelho Lima defendeu que esta estrada se deveria tornar numa avenida, ligando Ponte e Caldelas à cidade.