PUB
Ministra “surpreendida e inspirada” com o desenvolvimento territorial em Guimarães
Ministra “surpreendida e inspirada” com o desenvolvimento territorial em Guimarães
DR
Quinta-feira, Julho 9, 2020

A Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, visitou esta quarta-feira Guimarães, mostrando-se “surpreendida e inspirada” com a visita a vários equipamentos formativos da cidade, nomeadamente projetos de futuro que fazem parte do desenvolvimento territorial vimaranense.

Entre as valências visitadas, destaque para o Centro de Formação Pós-Graduada na zona de Couros, instalações da Universidade das Nações Unidas, as obras em curso no Teatro Jordão e Escola-Hotel e, entre outros, a Fábrica do Alto em Pevidém.

Locais nos quais se pretende nos próximos anos colocar em prática uma visão de desenvolvimento centrada na digitalização da economia, com forte ligação ao centros de saber, no reskilling e upskilling dos recursos humanos, no empoderamento dos cidadãos através da ciência e do conhecimento, nas ligações da cultura às várias dimensões da sociedade, no desenvolvimento sustentável e na coesão territorial.

Agradada com a visita, Ana Abrunhosa destacou a simbiose entre a Câmara Municipal de Guimarães e a Universidade do Minho para implementar este projeto, que, no seu entender, “abrange a cultura, a criatividade, ciência e conhecimento e é nesta base que se consegue atrair empresas e fixar alunos das universidades e permitem manter esta qualidade de vida extraordinária que existe em Guimarães”.

A acompanhar a ministra nesta visita estiveram Domingos Bragança, presidente da Câmara Municipal de Guimarães, que se fez acompanhar do reitor da Universidade do Minho, Rui Vieira de Castro, do presidente executivo do Gabinete de Crise e da Transição Económica, António Cunha, do presidente da CCDR-N, Fernando de Sousa, da diretora da UNU-EGOV, Delfina Soares, e da presidente do IPCA, Maria José Fernandes.