PUB
Metrobus vai ligar Guimarães e Braga e terá também extensão dentro do concelho
Metrobus vai ligar Guimarães e Braga e terá também extensão dentro do concelho
Manuel Silva
Quinta-feira, Outubro 22, 2020

Os concelhos de Guimarães e Braga serão ligados através de metrobus, um veículo elétrico rápido que circula numa via própria à semelhança do que acontece com o metro. Esta inovação é apresentada pelo Governo esta quinta-feira, sendo parte integrante do Plano Nacional de Investimentos 2030.

Em declarações ao Reflexo, o presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, dá conta que o metrobus “vem responder aos anseios dos dois concelhos, de há já algum tempo, de ter uma ligação que seja um transporte fiável, viável, confortável e que seja descarbonizado, como é este metrobus, que é elétrico”.

Ao todo a ligação entre os dois concelhos terá uma extensão de 25km, sendo que o Orçamento de Estado prevê um investimento de 200 milhões de euros nos próximos dez anos, até 2030, para este projeto de coesão territorial.

Domingos Bragança adianta que os dois municípios já estão a trabalhar neste projeto. “Iniciámos já os estudos, temos uma equipa que está a trabalhar há sensivelmente dois meses com os técnicos da Câmara Municipal de Guimarães, da Câmara Municipal de Braga e também com técnicos da Universidade do Minho para avançar com os estudos prévios para concretizemos este projeto e não deixar passar esta oportunidade”, assegura.

Embora estes estudos prévios é que vão definir os moldes da implementação do projeto final, o líder máximo do município não tem dúvidas que a zona norte do concelho, nomeadamente Taipas e Ponte, vão beneficiar com esta infraestrutura, até porque é intenção da Câmara prolongar este transporte público pelo concelho.

“Este sistema de mobilidade urbana de ligação às duas cidades vai ser definido pelos estudos que estão a ser realizados, mas o que também definimos é que cada cidade irá trabalhar o seu sistema de mobilidade urbana. Em Guimarães estamos a fazer estudos que possam ligar Moreira de Cónegos e Lordelo à cidade e também a ligação da cidade a Ponte e à Vila das Taipas, e depois então a ligação a Braga, isto tudo em metrobus”, aponta Domingos Bragança.