PUB
Malta recebe projeto vimaranense em ano de Capital Europeia da Cultura
Malta recebe projeto vimaranense em ano de Capital Europeia da Cultura
Quinta-feira, Abril 12, 2018

Duas curtas do cinema maltês dos anos 1970 serão resgatadas por artistas vimaranenses, que lhe acrescentarão uma nova banda sonora. O projeto junta músicos de Guimarães a músicos da ilha de Malta, que recebe este ano a Capital Europeia da Cultura, na cidade de Valletta.

Durante uma semana, meia dúzia de artistas vimaranenses estarão a trabalhar na cidade de Valletta, na ilha de Malta, para apresentar o espetáculo MODS Collective Meet Cecil Satariano, que está inserido na programação oficial da Capital Europeia da Cultura.

Os quatro músicos irão juntar-se a artistas locais para construir novas bases sonoras para dois filmes do cineasta maltês Cecil Satariano (1930–1996). Serão duas curtas do realizador, que foram premiadas internacionalmente – “I’m furious…Red” (1970) e “Giuseppi” (1972).

O grupo de músicos estarão a trabalhar em Malta durante uma semana, numa residência artística, até à apresentação do espetáculo que acontecerá no dia no dia 15 de Abril, no cinema do Spazju Kreativ.

A comitiva de músicos vimaranenses é composta por Samuel Martins Coelho, que é também diretor musical do projeto; Pedro Gonçalves de Oliveira; Rui Souza; e Carina Albuquerque. A curadoria para a área do cinema desta iniciativa está a cargo de Luísa Alvão e Samuel Silva, que são também dinamizadores do Shortcutz Guimarães.

O MODS Collective é uma projecto idealizado pela associação vimaranense Capivara Azul, sendo que, para esta apresentação, em Valletta, recebeu financiamento por parte de Valletta 2018 – Capital Europeia da Cultura.

Esta será a terceira apresentação do MODS Collective, estando já agendadas mais duas – a apresentação do espetáculo de Malta na cidade de Guimarães, marcada para o dia 22 de setembro. Antes disso será a apresentado um novo espetáculo associado ao festival Vodafone Paredes de Coura.