Lista do PS: Oito nomes, quatro estreias e duas saídas
Lista do PS: Oito nomes, quatro estreias e duas saídas
CCA
Sábado, Julho 22, 2017

Domingos Bragança, que lidera a candidatura do Partido Socialista à Câmara de Guimarães, apresentou os oito nomes que compõem a lista que vai a votos no próximo dia 01 de outubro. Adelina Paula Pinto, atual vereadora da Educação, é a número dois da lista, seguindo-se Ricardo Costa, que está com a pasta do Desenvolvimento Económico, e Paula Oliveira, responsável pela Ação Social. Os novos nomes são de Seara de Sá, Sofia Ferreira, Nélson Felgueiras e Flávio Romeu. Amadeu Portilha, vice-presidente e vereador do urbanismo, e José Bastos, da Cultura, estão de fora.

Foi por unanimidade e aclamação que a lista apresentada por Domingos Bragança foi aprovada na Comissão Política Concelhia do PS de Guimarães, que decorreu na quinta-feira à noite. A reunião dos socialistas veio confirmar o abandono da vida política por parte de Amadeu Portilha e a não inclusão de José Bastos, que deverá regressar à Oficina. “Dedicaram-se com total exclusividade e entusiasmo, fizeram um bom trabalho e apresentaram a vontade de encetar novos caminhos, eu compreendi, aceitei e está tudo bem”, disse o atual presidente de Câmara.

Negando haver ruptura com os atuais vereadores, Domingos Bragança sublinhou que “conta com eles para outros trabalhos”: “José Bastos faz parte da lista à assembleia municipal”, enquanto Amadeu Portilha “entendeu que não quer estar na vida política nos próximos tempos, de exposição pública”. “Compreendi na medida em que nos últimos 20 anos esteve dedicado à causa pública, quer estar fora da actividade pública e eu compreendo bem, melhor do que ninguém”, referiu.

Numa publicação na sua página pessoal no Facebook, Amadeu Portilha escreveu: “Depois de um processo de reflexão que me impus a mim próprio, concluí que já não consigo dispor mais da força e da energia que são necessárias para assumir a responsabilidade inerente às funções que tenho assumido na Câmara Municipal”.

José Bastos, também se manifestou pela mesma via: “hoje, quatro anos depois, faço uma nova publicação dando conta de que no final deste mandato não serei recandidato para um novo mandato autárquico. Não serei candidato por vontade própria, não serei candidato porque o meu compromisso foi para quatro anos, que cumpri. Circunstâncias várias levaram á minha ponderação e decisão. Especial preponderância teve a vontade de percorrer novos caminhos, novos desafios, novos projetos e velhas convicções. Sem fazer um balanço, digo que gostei do desafio, senti-me realizado com o mesmo e saio com a sensação do dever cumprido”.

Seara de Sá e Sofia Ferreira são as novidades que terão um lugar executivo caso o PS revalide a maioria conquistada em 2013. O arquiteto responsável pelo estudo sobre estacionamento na área urbana central de Guimarães deverá assumir a pasta do urbanismo. Foi sócio do gabinete Pitágoras – empresa responsável pelos projetos da Plataforma das Artes, Multiusos, Teatro Jordão, Academia de Ginástica e Parque Camões – durante mais de vinte anos, de onde saiu em 2016. Em janeiro deste ano fundou a sua empresa e cinco dias depois foi escolhido pela Câmara para elaborar o estudo do estacionamento que, entre outros pontos, veio validar a necessidade da construção do Parque de Camões/Caldeiroa.

Recusando qualquer tipo de conflito de interesses, Domingos Bragança disse tratar-se de um reputado urbanista que esteve em várias obras de Guimarães: “O senhor arquiteto Seara de Sá – vamos trabalhar para isso e merecer essa condição – só passará a ser eleito e vereador a partir de 01 de outubro e só aí assumirá a exclusividade, se foi caso disso, das suas funções publicas. Até aí teve que ganhar a vida”.

Mantendo a atual maioria, o nome de Sofia Ferreira fará com que Guimarães tenha um executivo paritário. A numero seis da lista do PS é atualmente quadro do Turismo Porto e Norte de Portugal, depois de ter passado pelo Turismo de Guimarães. A completar a lista estão Nelson Felgueiras, deputado municipal e líder da JS vimaranense, e Flávio Romeu.