PUB
Junta de Caldelas inicia intervenção junto à Praia Seca
Junta de Caldelas inicia intervenção junto à Praia Seca
Quarta-feira, Julho 26, 2017

Obra anunciada pela Junta de Freguesia de Caldelas para a requalificação da zona envolvente à Praia Seca começou durante a amanhã de quarta-feira, 26 de julho. Primeira fase deverá estar concluída até ao mês de setembro.

O projeto anunciado pela Junta de Freguesia de Caldelas, apresentado publicamente no passado dia 14 de junho, prevê uma intervenção ao longo da margem direita do Rio Ave e a requalificação dos campos agrícolas naquela zona para uma área de parque de lazer.

A primeira fase da intervenção, que contempla a limpeza das plantas arbustivas excedentárias, que impedem a livre passagem da água e a visibilidade da linha de água começou durante a manhã de quarta-feira, 26 de julho. O autor do projeto é o engenheiro Pedro Teiga, especialista na requalificação de linhas de água.

O presidente da Junta de Freguesia de Caldelas espera que esta primeira intervenção fique concluída até ao final do mês de setembro. Nessa altura, as margens do rio já estarão desimpedidas e a população poderá fruir das margens do rio. Após esta primeira fase, deverá ser feita a consolidação das margens para conter a erosão pelas águas.

O projeto está a ser, para já, suportado pela Junta de Freguesia, mas Constantino Veiga espera que a Agência Portuguesa do Ambiente (APA), que validou o projeto, financie a intervenção juntamente com a Câmara Municipal de Guimarães. O presidente da autarquia vimaranense, Domingos Bragança, disponibilizou-se para auxiliar na execução da intervenção.

Ainda de acordo com Pedro Teiga, a globalidade da intervenção será repartida por fases, começando pela limpeza até à requalificação da galeria, com a plantação de espécies autóctones, como salgueiros, amieiros, freixos e carvalhos. Desta forma, o engenheiro do ambiente espera restaurar o ambiente ripícola de forma controlada, permitindo a sua fruição pela população.

Constantino Veiga quer devolver a beleza a toda esta zona ribeirinha e trazer de novo as populações da freguesia de Caldelas e da região de novo para o rio. Para isso, deverá fazer instalar uma zona de apoio à praia fluvial da Praia Seca, num campo agrícola que já é propriedade da freguesia. Nessa área projeta ainda a colocação de equipamentos de apoio, como WCs e um bar. Além disso, está ainda previsto para o local um centro de interpretação ambiental associado ao rio. O objetivo do autarca passa por classificar a praia fluvial.