PUB
Jardineiros da Câmara queixam-se das condições de trabalho nas Taipas
Quinta-feira, Outubro 8, 2020

A equipa de funcionários da Câmara Municipal de Guimarães que faz o trabalho de arranjo e manutenção dos jardins e espaços verdes da Vila das Taipas está descontente com o espaço de trabalho que lhes é proporcionado para servir de estaleiro e armazém de material.

Com as obras no antigo mercado, onde esta equipa tinha a sua arrecadação/estaleiro, os jardineiros passaram a usar o espaço que se situa por baixo do coreto, precisamente no coração da vila.

Este é, contudo, um espaço exíguo, com uma pequena entrada e onde os funcionários do município não conseguem estar de pé. “Não temos casas de banho, não temos onde mudar de roupa, se quisermos, estamos numas instalações com o piso em terra por baixo do coreto, em que para entrar lá ainda estes dias dei uma cabeçada em cima porque a entrada é pequena e baixa”, deu conta um dos funcionários ao Reflexo.

“As condições no mercado já não eram as melhores, aqui não temos condições mínimas. Está tudo cheio de cadeiras, temos de meter as máquinas lá dentro e não temos condições de nada”, acrescenta o mesmo funcionário.

Pelo que conseguimos saber junto de fonte da Câmara Municipal de Guimarães, trata-se de uma situação “provisória que não é agradável, mas que está a ser resolvida”. A referida equipa terá um espaço próprio no Antigo Mercado, que está a sofrer obras de beneficiação, estando também em equação a colocação de um contentor de apoio nesta fase, algo que obrigará à abertura de concurso público, o que poderá demorar muito tempo, refere a mesma fonte.