PUB
Intervenção no posto da GNR de Caldas das Taipas no horizonte de 2018
Intervenção no posto da GNR de Caldas das Taipas no horizonte de 2018
Paulo Dumas
Quinta-feira, Janeiro 11, 2018

Obra de melhoria das instalações da GNR, em Caldas das Taipas, deverá ser executada até ao final do ano de 2018. A garantia é do gabinete de Eduardo Cabrita, que adianta ainda que a intervenção deverá ser executada numa conjunção de esforços entre MAI, GNR e autarquia vimaranense.

O Ministério da Administração Interna (MAI), de Eduardo Cabrita, definiu como data de “início previsto” para a reabilitação das instalações do Posto Territorial de Caldas das Taipas o ano de 2018. Este é o novo prazo para que sejam melhoradas as instalações em que operam os agentes da GNR na vila.

O esclarecimento foi emitido como resposta a uma pergunta colocada pela deputada Carla Cruz eleita pelo círculo eleitoral do PCP de Braga. Na pergunta dirigida ao MAI, Carla Cruz pedia esclarecimentos sobre as intervenções, há muito planeadas e sucessivamente adiadas, nos postos da GNR de Caldas das Taipas e Lordelo.

Na mesma ocasião a deputada pede ainda esclarecimentos sobre o planeamento da intervenção nas instalações de S. Torcato e do comando de Braga da GNR. Sobre o posto das Taipas, Carla Cruz questionava o Governo sobre quando seriam iniciadas as obras e quando estariam estas concluídas.

Em resposta, o MAI reitera que a intervenção está incluída na Lei de Programação de Infraestruturas e Equipamentos das Forças e Serviços de Segurança, adiantando que esta tem um orçamento estimado de 430 mil euros e início previsto para o ano que agora se inicia. Complementarmente, a resposta esclarece que deverá ser celebrado um contrato de cooperação entre o MAI, a GNR e a Câmara Municipal de Guimarães, com vista à concretização deste investimento.

Sobre este anúncio, a deputada Carla Cruz comenta que se trata de “uma resposta positiva”, mantendo a expetativa que “sejam concretizadas o mais rapidamente possível as intervenções para corrigir as insuficiências há muito identificadas”. Em declarações ao Reflexo, Carla Cruz garante ainda que “fará o acompanhamento do cumprimento do compromisso agora assumido pelo Governo”, não excluindo a hipótese de voltar a questionar o Governo sobre esta matéria, caso se justifique.

Complementarmente às informações prestadas sobre o Posto Territorial de Caldas das Taipas, o gabinete do ministro esclarece ainda que, para Lordelo, está a ser estudada uma solução para a construção de instalações de raiz, um investimento de 900 mil euros, cuja data de concretização está igualmente definida para o ano de 2018, nos mesmos moldes da intervenção em Caldas das Taipas.

Para o Posto Territorial de Guimarães está ainda previsto uma intervenção com vista a corrigir “algumas deficiências”. Para o Comando Territorial de Braga equaciona-se a construção de novas instalações, com um orçamento num valor estimado de 2.400 mil euros.