PUB
Hospital de Guimarães tem mais de três quartos de mulheres nos seus quadros
Hospital de Guimarães tem mais de três quartos de mulheres nos seus quadros
Segunda-feira, Maio 21, 2018

Comparando com a altura em que ocorreu a cisão do Centro Hospitalar do Alto Ave, em 2015, o Hospital Senhora da Oliveira tem registado um aumento dos seus recursos humanos. Isto apesar de desde o início do ano todos os indicadores estarem de decrescendo.

O Hospital Senhora da Oliveira, de Guimarães, apresentava em março de 2018 um número recorde de trabalhadores, sendo que um quarto dos lugares é ocupado por homens. Os dados foram apresentados pelo Hospital da Senhora da Oliveira Guimarães esta segunda-feira, 21.

Com dados que se reportam ao mês de março de 2018, o hospital tinha um total de 1654 funcionários. Este número confirma uma tendência crescente no número de trabalhadores, que se tem vindo a registar nos últimos anos, apesar de esse número ter decrescido desde o princípio do ano, altura em que eram 1672.

De uma maneira geral, as mulheres assumem um lugar predominante no funcionamento do hospital. Nos lugares de chefia, em particular, 53 dos 83 cargos são ocupados por mulheres.

O número de médicos é um dos indicadores que acompanha a tendência crescente da globalidade dos dados. Tanto o número de médicos, como de médicos internos tem vindo a aumentar. São 432 médicos que trabalham no hospital, sendo que 180 são internos. Este indicador em particular registou um acréscimo de 30,4%, desde 2015.

O pessoal de enfermagem cresceu igualmente, mas mais perto da média de crescimento da globalidade do pessoal. Em 2015 havia 552 enfermeiros a trabalhar no hospital. Os dados reportados pelo hospital, relativos a março de 2018, indicam que são agora 628 enfermeiros.

Outro dado curioso avançado pelo Hospital Senhora da Oliveira é que o número de trabalhadores é hoje superior à altura em que esta unidade funcionava integrada com o Hospital de Fafe, no então designado Centro Hospitalar do Alto Ave, situação que vigorou até 2015.

O Portal da Transparência já tem dados relativos ao mês de abril de 2018. Nesta altura serão 1627 o número de trabalhadores no hospital. Destes 250 são médicos, 177 são médicos internos e 620 são enfermeiros.