PUB
Hospital diz ser “prematuro” qualquer juízo sobre processo das urgências
Hospital diz ser “prematuro” qualquer juízo sobre processo das urgências
Sexta-feira, Agosto 31, 2018

Em resposta à informação difundida pela concelhia do PSD de Guimarães, sobre o chumbo do Tribunal de Contas e o adiamento da obra nas urgências da unidade de saúde, os Hospital Senhora Oliveira avançou que envio contra-argumentações à decisão do Tribunal.

Após as notícias veiculadas ontem ao final do dia, motivadas por uma comunicação da concelhia do PSD de Guimarães, sobre a obra de requalificação das instalações do serviço de urgências do Hospital Senhora da Oliveira, a administração deste equipamento entende que é ainda prematuro tomar posição sobre esta matéria.

O Hospital esclarece que, apesar de o Tribunal de Contas ter recusado o  visto para o contrato de empreitada da obra, a decisão não transitou ainda em julgado e que o Hospital remeteu um conjunto de elementos de suporte e contra-argumentação relativamente à decisão daquele Tribunal.

Em informação enviada às redações o Hospital Senhora da Oliveira reforça ainda que quer o seu Conselho de Administração, quer ARS Norte estão entre os primeiros interessados no arranque da obra de requalificação dos serviços de urgência do hospital.

O PSD de Guimarães dava nota que, após o chumbo do Tribunal de Contas e do “silêncio do Governo”, iria tomar posição enviando uma carta à entidade responsável pela gestão dos equipamentos de saúde do Norte, pedindo esclarecimentos sobre as ações tomadas sobre a referida intervenção, após a rejeição do visto do Tribunal de Contas.