PUB
Haja paciência
Quinta-feira, Janeiro 9, 2020

O Presidente da Câmara, na sua mensagem de Natal, pediu paciência aos Vimaranenses. Este ano, segundo o autarca, haverá muitas obras e como tal é de esperar uma alteração significativa das rotinas dos Vimaranenses.

Um quadro típico desta gestão municipal, não fora 2020 véspera de eleições autárquicas. Podia ter pedido paciência em 2018, ou 2019, mas é precisamente neste ano que “tudo” vai acontecer.

Paciência é algo que não falta aos Vimaranenses.

Há anos que ambicionamos ter uma rede de transportes públicos colectivos eficaz que ligue a cidade às Vilas, que aproxime as demais freguesias da cidade e que interligue as zonas industriais.

Continuamos sem uma resposta eficaz ao nível dos parques industriais, estando Guimarães completamente arredada do farol dos grandes investimentos internacionais.

O comércio “não vai bem” diz o autarca máximo como que se de um triste fado se tratasse.

A elevada taxa de desemprego não revela a pujança económica que se espera de um concelho como o nosso.

Tantas vezes já ouvimos falar no desnivelamento do nó de Silvares e continuamos a penar nas filas de trânsito intermináveis.

A circular urbana continua a ter apenas meio círculo com graves constrangimentos diários.

Chegar de Lordelo à cidade, demora mais tempo que ir ao Porto (mesmo penando para entrar na auto-estrada).

O Rio Ave, baluarte da candidatura a Capital Verde Europeia, continua a ser poluído.

O turismo local não fixa quem nos visita, continuando Guimarães a ser apenas cidade de passagem.

As prometidas industrias criativas em torno da Plataforma das Artes acolheram recentemente o “Fumeiro de Lamego”!

Enfim… O importante é termos muita paciência.

Um bom ano para todos os Vimaranenses