PUB
GuimarãesPass arranca antes da Semana Santa
GuimarãesPass arranca antes da Semana Santa
Direitos Reservados
Domingo, Fevereiro 19, 2017

São 11 os equipamentos culturais que vão integrar o GuimarãesPass, um bilhete único que deverá entrar em vigor ainda antes da Semana Santa (de 03 a 09 de abril). Custará 15 euros (10 euros com desconto) e poderá ser utilizado em três dias. O alargamento do período de permanência dos turistas no território de Guimarães é o principal objetivo desta medida.

Museu de Alberto Sampaio, Paço dos Duques de Bragança, Castelo de Guimarães, Museu Arqueológico da Sociedade Martins Sarmento, Museu da Cultura Castreja, Citânia de Briteiros, Percurso Museológico no Convento de Santo António dos Capuchos, Centro Internacional das Artes José de Guimarães, Casa da Memória de Guimarães, Palácio Vila Flor e Centro de Ciência Viva são as instituições que integram o GuimarãesPass. José Bastos, vereador da Cultura, explicou, no final da reunião do executivo que aprovou a criação deste bilhete único, que o GuimarãesPass “poderá induzir a visita a um conjunto de locais que, autonomamente, uma pessoa dificilmente visitaria”.

Para o responsável é uma forma de “criar condições de atractividade para que o visitante posse conhecer o que Guimarães tem de melhor”, ressalvando que é preciso combater “o princípio que está instituído há muitos anos de uma lógica de visita ao Paço dos Duques e ao Castelo”. “Guimarães deixou de ser uma cidade que se visita num dia. Guimarães tem hoje oferta integrada e complementar e a taxa de ocupação média está muito próxima do Porto, por exemplo”, resumiu.

O bilhete custará 15 euros (10 euros com desconto), um desconto que ronda os 40% na globalidades dos espaços. “Será ainda criado um passaporte que criará o percurso fazendo uma síntese dos locais que importa mostrar”, disse, acrescentando que “a muito curto prazo teremos um segundo GuimarãesPass com oferta integrada turística, envolvendo o Teleférico de Guimarães. “O futuro terá um conjunto de propostas infindáveis e integraremos também a participação dos negócios locais com restauração e hotelaria”, terminou o responsável.