PUB
Guimarães noc noc transforma cidade em palco de artes performativas
Guimarães noc noc transforma cidade em palco de artes performativas
© Marisa Cardoso
Quinta-feira, Outubro 3, 2019

Festival entra esta sexta-feira na sua nona edição, desde 2011. O Guimarães noc noc juntará 290 projetos artísticos provenientes de todo o globo, que apresentarão trabalhos em diversas áreas artísticas.

Este ano, o Guimarães noc noc recebe o segundo maior número de projetos. O primeiro foi na edição de 2012, que coincidiu com a altura da Capital Europeia da Cultura, em Guimarães. À chamada para participação responderam artistas de todo o mundo, com especial incidência no artisticamente vibrante continente africano. Cerca de 50 artistas que vêm representar a cultura crioula das regiões de Cacheu e de Bissau.

A mostra que transforma a cidade de Guimarães numa imensa galeria de artes está, desde 2015, no diretório dos festivais europeus de artes performativas, alimentada pela European Festivals Association e que tem o objetivo de ampliar a visibilidade deste tipo de eventos.

Uma das novidades da edição deste ano é a edição do Catálogo de Artistas 2019, com referência a todos os artistas participantes. Este é um meio que se junta aos já existentes elementos informativos – o Mapa do Roteiro e da GZine, que ajudam os visitantes na seleção dos projetos e artistas a conhecer.

O roteiro circunscreve-se ao perímetro do centro histórico de Guimarães, ocupando casas particulares, edifícios devolutos, associações e instituições culturais, espaços comerciais, ruas e praças. O festival Guimarães noc noc realiza-se desde 2011, numa realização da associação Ó da Casa.

O Mapa do Roteiro, com o programa e distribuição da edição número 9 do Guimarães noc noc está disponível online.