Guimarães integra o lote das 15 “Digital Cities Challenge”
Guimarães integra o lote das 15 “Digital Cities Challenge”
Segunda-feira, Março 19, 2018

Guimarães é uma das 15 cidades europeias que vai participar no projeto “Digital Cities Challenge”, da UE, que pretende estimular o crescimento económico e o bem-estar social através da transformação digital.

Com 72% da população da UE a viver nas cidades e sabendo que estas produzem 85% do PIB da Europa, esta realidade lança inúmeros desafios que se vão cruzando, caso dos gastos energéticos, do desemprego, das migrações e mesmo das desigualdades sociais, sem esquecer os problemas ambientais.

A Comissão Europeia pretende que este grupo de cidades, através de tecnologias digitais avançadas, se torne mais produtivo, mais inovador e, naturalmente, um melhor lugar para se viver e se torne um exemplo para a europa.

A Guimarães e ao conjunto das outras cidades integradas neste projeto, serão disponibilizadas diversas ferramentas digitais e apoio técnico especializado para implementação e desenvolvimento de planos estratégicos que abordem o crescimento económico e o bem-estar social.

Este projeto prevê ainda um trabalho em rede, para uma partilha de ideias, experiências e melhores práticas, das 15 cidades envolvidas.

A candidatura da Câmara Municipal de Guimarães, através da Divisão do Desenvolvimento de Sistemas Inteligentes, foi a única portuguesa escolhida perante o desafio lançado a todos os países da Comunidade Europeia para apresentarem o ecossistema da cidade, com potencial inédito e forte vontade de mudar.

É este o grande objetivo da cidade de Guimarães, reinventar a maneira como gere o desenvolvimento da cidade, perante os grandes desafios da sociedade atual, tornando-se mais amiga do ambiente e oferecendo empregos de grande valor.

Com um total de 92 candidaturas recebidas pelas cidades de 23 estados membros, Guimarães coloca-se entre as 15 cidades selecionadas, sendo a única em Portugal, que aspiram a tornar-se melhores lugares para viver, colocando tecnologias avançadas ao serviço dos seus cidadãos. Para além de Guimarães (Portugal), foram ainda escolhidas as cidades de Algeciras, Granada e Alcoy (Espanha), Grand-Orly Seine Bièvre (França), L’Aquila (Itália), Rijeka (Croácia), Patras, Kavala e Thessaloniki (Grécia), Arad e Iași (Roménia), Sófia (Bulgária), Ventspils (Letónia) e Pori (Finlândia).


Mais informação em http://www.digitallytransformyourregion.eu/