PUB
Guimarães integra desafio internacional na identificação da biodiversidade
Guimarães integra desafio internacional na identificação da biodiversidade
© Direitos Reservados
Sábado, Abril 28, 2018

Milhares de pessoas em todo o mundo, de 65 cidades são desafiadas a sair de casa para registar a biodiversidade local. Ganha a cidade que conseguir identificar o maior número de espécies da fauna e da flora.

A cidade de Guimarães integra a lista de 65 cidades a nível mundial, que participarão na edição de 2018 do designado City Nature Challenge. Entre os dias 27 e 30 de abril os respetivos habitantes destas cidades serão desafiados a fotografar a biodiversidade local. Entre o programa da City Nature Challenge inclui-se o Bioblitz Guimarães 2018, que decorrerá no Parque da Cidade, entre as 15.30h e as 17.30h, onde a comunidade é convidada a participar e a registar a fauna e a flora ali existente.

Guimarães será o único município português a participar na City Nature Challenge, que começou nos E.U.A., em 2016, como um despique entre entidades das cidades de Los Angeles e San Francisco. Na edição de 2017 participaram 17 cidades que juntaram cerca de 4 mil participantes. Foram identificadas 8.600 espécies das quais 392 consideradas raras ou ameaçadas.

Para a edição deste ano do City Nature Challenge participam 16 países e 65 cidades de todos os continentes, sendo a primeira edição organizada a nível international. O desafio será ganho pela cidade que conseguir identificar um maior números de espécies animais ou vegetais. Em Guimarães, os participantes poderão participar usando a aplicação para telemóvel Biodiversity Go!, lançada pelo Laboratório da Paisagem em 2017.

Em Guimarães, a City Nature Challenge é promovida pelo Laboratório da Paisagem, com a Universidade do Minho, o Centro de Ciência Viva de Guimarães, a AVE – Associação Vimaranense para a Ecologia, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Banco Local de Voluntariado de Guimarães, Erasmus Student Network Minho e Junta de Núcleo de Guimarães do Corpo Nacional de Escutas.

Publicado originalmente a 17 de abril de 2018.