Grandfather’s House no início do Ciclo EGO em Guimarães
Grandfather’s House no início do Ciclo EGO em Guimarães
© Tiago da Cunha
Segunda-feira, Janeiro 22, 2018

Banda de Braga estreia o ciclo de programação para o ano de 2018 da Capivara Azul. O novo álbum de Grandfather’s House teve lugar de destaque na generalidade das listas dos melhores álbuns nacionais de 2017. O concerto está marcado para sábado, 27, no CAAA.

O concerto dos Grandfather’s House faz parte do ciclo EGO, que a Associação Capivara Azul, de Guimarães, está a programar para a cidade. O programa foi divulgado aos primeiros dias do ano e respeita ao primeiro trimestre de 2018, que promete trazer a Guimarães programação regular numa base mensal.

A abrir o ciclo, a 27 de janeiro, os Grandfather’s House estreiam-se na cidade de Guimarães, numa altura em que o seu segundo disco integra algumas das listas dos melhores lançamentos do ano passado. Na revista Blitz, “Diving” foi considerado o segundo melhor disco do ano para o leitores daquela publicação. O disco foi gravado durante uma residência artística no gnration, em Braga.

O primeiro concerto EGO de 2017 acontecerá no CAAA, em Guimarães, a partir das 21.30 horas.

O ano de 2017, foi também o de lançamento do primeiro EP dos Quadra, que será a proposta para o mês de fevereiro, que foi também considerado pela webzine Produto Interno Brutal como um dos melhores registos do ano. O concerto estará marcado para o dia 24 de fevereiro.

O mês março trará os italianos Plastic Man à cidade berço, numa estreia absoluta em Portugal. Com influências psych rock dos anos 1960, misturam acid rock, garage punk e stoner. Em abril de 2018, lançam o disco “Sounding Aquarium” pela Annibale Records. Tocam no CAAA a 9 de março.

O ano de programação do EGO organiza-se em torno de três ciclos trimestrais: inconsciente, pré-consciente e consciente. O primeiro trimestre será marcado pelo conceito de inconsciente e vai incluir ainda os Quadra, quinteto também oriundo de Braga, que faz a sua música dentro do universo pós-rock.

O ciclo EGO é promovido pela novel associação Capivara Azul, que obteve recentemente o apoio da autarquia vimaranense, no âmbito do regulamento municipal de apoio às atividades culturais. Os três concertos deste primeiro trimestre terão todos eles um valor de entrada de três euros.