PUB
Gala “A Terra onde a Lua fala”
Quinta-feira, Dezembro 6, 2018

Este projeto, realização de uma gala, já vinha sendo pensado nos últimos anos. Por este ou aquele motivo e mesmo por alguma hesitação nossa, foi sendo adiado. Colocada a possibilidade de colaboração da Junta de Freguesia, para realização desse evento, o seu presidente, Luís Soares, mostrou, desde logo, vontade da sua concretização, pois, como referiu na altura, a própria Junta de Freguesia também pensava fazer algo do género, mas somente a pensar no desporto.

Definido o seu regulamento e criada uma comissão de avaliação para selecionar os homenageados, estavam dados os passos para a sua concretização.

Assim, a 8 de dezembro, no auditório dos Bombeiros Voluntários das Caldas das Taipas, subirão ao palco 14 personalidades ou entidades que serão distinguidas pelo seu desempenho desportivo ou pelo seu trabalho de contínuo relevo em prol da sociedade onde o jornal se insere e que contribuem significativamente para promover a imagem de Caldas das Taipas.

Na parte desportiva, num trabalho conjunto entre o jornal, a Junta de Freguesia e a comissão de avaliação, decidiu-se avançar pela distinção de um atleta de cada clube/instituição desportiva de Caldas das Taipas. Face ao desempenho de alguns atletas taipenses que participam a título individual ou inscritos em equipas não pertencentes às Taipas, também foi decidido que seria de distinguir um desportista nesta área.

Nas áreas mais de âmbito social e económico, foram criadas cinco para esta primeira gala: solidariedade; associativismo; cultura/artes/espetáculo; empreendedorismo e ciência/investigação.

Será ainda entregue uma distinção da responsabilidade do jornal Reflexo.

Para a designação desta gala, “A Terra onde a Lua fala”, pensamos que ir buscar o título do texto jornalístico de Ferreira de Castro, publicado a 29 de setembro de 1963, reflete o que se pretende com este evento.

Uma última referência para as empresas que patrocinaram e apoiam a realização desta gala, pois sem a sua disponibilidade, tal não seria possível: PIMATEX by Damabel, Serafim Fertuzinhos, Fotografia Matos, Ana Mota – Eventos, BVCT, Taipas Termal, A Minha Óptica, A Noiva Ideal e, naturalmente, a Junta de Freguesia de Caldelas.

O Reflexo completa neste mês de Dezembro o seu 25º aniversário. Está, pois, de parabéns toda a equipa de colaboradores que tem tornado possível a sua edição e publicação. Agradecimentos também para ex-colaboradores e, em especial, para o tecido empresarial que nos tem acompanhado nesta viagem. Forte abraço ainda para os cinco fundadores do jornal. O Pedro Viera, o Paulo Sousa, o Nené, o Jorge Marques e o Miguel Oliveira.

Aproveito este espaço para agradecer a todas as pessoas que me manifestaram a sua solidariedade pelo falecimento do meu pai. A todas, o meu reconhecimento e da minha família, pelas manifestações de pesar.