Festival Húmus celebra 150 anos de Raul Brandão até domingo
Festival Húmus celebra 150 anos de Raul Brandão até domingo
Alfredo Oliveira
Quarta-feira, Março 8, 2017

Uma semana de eventos em torno do escritor Raul Brandão, por ocasião da comemoração dos 150 anos do autor de “Húmus”, assinala o primeiro festival literário de Guimarães, promovido pela Câmara Municipal de Guimarães.

Esta semana começou no dia em que a Biblioteca Municipal Raul Brandão celebrou o seu 25º aniversário, 7 de março, e termina no domingo, no dia em que o dramaturgo completaria 150 anos.

Para domingo, pelas 16h, na biblioteca Raul Brandão, está marcada a entrega de prémios aos vencedores do concurso “#RBCool”, que envolveu todos os alunos, escolas e professores bibliotecários do concelho. Os quatro vencedores, um por cada ciclo de ensino, serão conhecidos neste dia, estando a entrega de prémios a cargo da vereadora Adelina Paula Pinto e de Francisco José Viegas, comissário do festival Húmus.

Podemos desde já anunciar que os textos premiados serão publicados em www.reflexodigital.com , entre os dias 13 e 14 de março.

A sessão de encerramento do festival decorrerá às 18 horas, na biblioteca Raul Brandão, e contará com a presença de Domingos Bragança, presidente da Câmara Municipal de Guimarães, para além de Adelina Paula Pinto e de Francisco José Viegas.

PROGRAMA COMPLETO

Quarta 08
CCVF / Pequeno Auditório (21h)
COMO SE ESCREVE UMA CANÇÃO, Com Rita Redshoes – Moderador: Tito Couto

CCVF / Pequeno Auditório (22h)
TEATRO DA ALMA, uma peça de dor e de sonho – Teatro Oficina

Quinta 09
Sociedade Martins Sarmento (21h30)
UM SONHO ADIADO, a partir de diálogos inéditos do espólio – Teatro Oficina / Alunos 3º ano Lic. Teatro ILCH-UM

Sexta 10
CCVF / Grande Auditório (21h)
À CONVERSA COM ÁLVARO LABORINHO LÚCIO E ABRAÃO VICENTE – Moderador: Francisco José Viegas

CCVF / Pequeno Auditório (22h30)
O MAIOR CASTIGO (1902), a partir de relatos da peça perdida – ATRAMA

Sábado 11
CCVF / Grande Auditório (15h
O GEBO E A SOMBRA (1923) – TEC – Teatro Experimental do Cano

CCVF / Café Concerto (16h30)
A PEDRA AINDA ESPERA DAR FLOR, a partir das Crónicas de Teatro (1895-1929) – CETE – Convívio e Teatro Experimental

CCVF / Pequeno Auditório (18h)
O DOIDO E A MORTE (1923) – Teatro da Coelima

CCVF / Grande Auditório (22h)
JESUS CRISTO EM LISBOA (1927), com Teixeira de Pascoaes – Grupo de Teatro Citânia
Cem Cenas, Grupo de Teatro da ADCL, Grupo de Teatro de Campelos e Grupo de Teatro da ARCAP

Domingo 12
Largo de Donães (11h)
JARDIM RAULIANO, com excertos de “Húmus” de Herberto Hélder (1966) – Alunos das OTO’s – Oficinas do Teatro Oficina

CCVF / Grande Auditório (15h)
A NOITE DE NATAL (1899), com Júlio Brandão – TERB – Teatro de Ensaio Raul Brandão

Biblioteca Raul Brandão (16h)
Entrega de prémios aos vencedores do concursos literário “#RBCool”
Sessão de encerramento (18h)

CCVF / Espelho de Água + Jardins (16h30)
O REI IMAGINÁRIO (1927) + EU SOU UM HOMEM DE BEM (1923) – Astronauta Associação Cultural

CCVF / Pequeno Auditório (18h)
O AVEJÃO (1929) – Osmusiké

CCVF / Grande Auditório (21h45)
O GEBO E A SOMBRA, de Manoel de Oliveira – Cineclube de Guimarães