Festas Gualterianas ocupam “eixo central” da cidade de Guimarães até 5 de agosto
Festas Gualterianas ocupam “eixo central” da cidade de Guimarães até 5 de agosto
Terça-feira, Julho 16, 2019

Blaya e Dino D’Santiago são as propostas musicais para o programa das Festas da Cidade de Guimarães e Gualterianas. A festa passou por um processo de reflexão e as diversões ganharam nova localização.

Foi hoje apresentado, na sede da Associação Artística da Marcha Guateriana, o programa das festas da cidade, que deverão começar a partir do dia 26 de julho, com a abertura da Feira de Artesanato. Com cerca de três dezenas de stands e reunindo artesãos locais e de outras regiões, a Feira de Artesanato ficará instalada na Alameda de S. Dâmaso até ao encerramento das festas.

As Festas Gualterianas passaram por um processo de reflexão no último ano. O presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, fala em “construção de um modelo de aperfeiçoamento”, tendo sido auscultadas algumas instituições e individualidades da cidade.

Terá sido desse processo que surge a opção de transferir da zona das Hortas para a Alameda Dr. Alfredo Pimenta dos divertimentos das festas. esta terá sido a solução que reuniu mais consenso, mas que está a gerar alguma apreensão na cidade.

Com a ocupação da Alameda Dr. Alfredo Pimenta, explica o edil, fica definido um eixo central que liga toda a cidade desde ali até à Alameda de S. Dâmaso, passado pela Plataforma das Artes e pelo Toural.

Num programa que se reafirma pela diversidade, os organizadores querem atrair um público mais jovem para a cidade durante as festas. Daí a continuidade da opção por um programa dirigido, com concertos que acontecerão na Plataforma das Artes, com Blaya (sexta-feira, 2 de agosto) e Dino D’Santiago (sábado, 3 de agosto).

A edição deste ano das Festas Gualterianas incluirá a Batalha das Flores, um número que apenas acontece em cada dois anos. Aqui a preocupação será aliar o “encanto” deste cortejo com as preocupações ambientais.

A Marcha Gualteriana está marcada para segunda-feira, 5 de agosto, mantendo-se a tradição de encerramento das festas. Tanto a Batalha das Flores como a Marcha Gualteriana estão sob alçada da Associação Artística da Marcha Gualteriana, que promete “algumas surpresas” principalmente, nos números vivos que alternam com uma dezena de carros alegóricos.

O programa completo poderá ser consultado aqui.