PUB
Festa de Santo Estêvão organizada para manter viva a tradição
Festa de Santo Estêvão organizada para manter viva a tradição
© Direitos Reservados
Segunda-feira, Dezembro 14, 2020

Este ano sem novenas, concertos, ou procissão. A pandemia veio alterar os antigos festejos de Santo Estêvão.

No passado domingo, dia 13 de dezembro, Santo Estêvão assinalou o arranque das suas festas com o evento do Hastear da Bandeira. A Festa de Santo Estêvão e do Menino é uma tradição na freguesia que decorre há já várias décadas e, que tende a ser programada com vários eventos como o Encontro de Coros, concertos musicais, procissão e, recentemente retomada, Rota dos Presépios.

Este ano, devido à pandemia, a festa será mais pobre. O Juíz da Comissão de Festas, Carlos Silva, anunciou na cerimónia do Hastear da Bandeira que não se irão realizar as habituais novenas, as nove eucaristias em honra do menino que se celebram antes da Festa, concertos, ou procissão e que por essa razão o, também típico, peditório pela freguesia está cancelado.

Ainda assim, a comissão terá despesas em aspetos como a iluminação natalícia, os arcos pela freguesia ou o fogo de artifício e, por essa razão, apela por um contributo a quem tiver a facilidade de o oferecer.

Também os escuteiros de Santo Estêvão de Briteiros precisaram de se adaptar às circunstâncias e, nesse sentido, a tradicional ceia de Natal mantém-se em pé, porém, em modo webinar. O momento vai decorrer no próximo sábado, dia 19 de dezembro, às 21H30 e a ideia baseia-se numa refeição partilhada por videochamada com apresentações em formato de vídeo a decorrer ao longo da refeição e momentos de interação através de jogos.