PUB
Estão formalizados os 1520 nomes que se candidatam pelo PS às próximas autárquicas
Estão formalizados os 1520 nomes que se candidatam pelo PS às próximas autárquicas
Sexta-feira, Agosto 4, 2017

O Partido Socialista de Guimarães entregou esta manhã, 4 de agosto, as listas candidatas à Câmara Municipal, Assembleia Municipal e todas as Assembleias de Freguesia e Uniões de Freguesia do concelho de Guimarães. Domingos Bragança, atual presidente de Câmara, diz-se “confiante” na reeleição a 1 de outubro.

Num total de 1.520 candidatos, Domingos Bragança, que lidera a candidatura à Presidência do Município, José João Torrinha, candidato à Assembleia Municipal de Guimarães, António Magalhães é mandatário da Candidatura, e Armindo Costa e Silva é o presidente da Comissão Política Concelhia do PS.

Agradecendo a todos os que se disponibilizaram a compor as listas socialistas, Domingos Bragança anunciou que o programa será apresentado em setembro. A plataforma eleitoral deverá ser de continuidade, solidificando a candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia. Mas não deixou de referenciar os projetos que marcaram o mandato que está a terminar e que pretende continuar a partir de outubro: a requalificação da EN105, a requalificação da área desde a Cruz de Pedra à Avenida D. Afonso Henriques, a futura escola-hotel, que ficará instalada na Quinta do Costeado, a extensão da ecovia a toda a linha do rio Ave, a reabilitação das escolas EB 2,3 de São Torcato e Pevidém, a via do Avepark, a instalação do Instituto Cidade de Guimarães.

Já José João Torrinha diz que o desafio passa pela Assembleia Municipal ser “a casa de todos os vimaranenses”, mostrando disponibilidade para discutir dossiês como a transmissão pela Internet das sessões da AM e a antecipação das intervenções dos munícipes. O candidato que sessões “menos extensas e mais leves”, um desafio, considera, que é “de todos os que se vierem sentar naquela assembleia”.

Sobre a composição do futuro executivo, Domingos Bragança disse que, em caso de vitória, a número dois da lista, Adelina Paula Pinto, deverá acumular com a pasta da Educação, que já tutela, o pelouro da Cultura. Já o dossiê da Capital Verde Europeia ainda não tem responsável projetado, podendo ficar sob a jurisdição do próprio Domingos Bragança.