PUB
Escuteiros das Taipas fazem Promessa em contexto de pandemia
Segunda-feira, Outubro 19, 2020

Dezasseis escuteiros das Taipas realizaram a sua Promessa Escutista, no passado sábado, numa cerimónia que decorreu na Igreja Matriz das Taipas, dentro das normas de segurança impostas pela Direção Geral da Saúde.

José Agostinho Ribeiro, pároco de Caldelas, foi quem presidiu a esta cerimónia que contou ainda, para além dos elementos do Agrupamento taipense, com a presença de Ernesto Machado, chefe do Núcleo do Corpo Nacional de Escutas de Guimarães.

Cumprindo à risca as orientações emanadas pela DGS, sobretudo no que toca ao distanciamento social e contacto com objetos e pessoas, o ritual das promessas escutistas foi realizado, também com algumas adaptações tendo-se iniciado pela investidura de um novo dirigente para o Agrupamento taipense. Sérgio Martinho foi investido pelo chefe do Núcleo vimaranense como dirigente do CNE recebendo a respetiva insígnia. Chega assim ao final o seu percurso nas diferentes secções do agrupamento, dando-lhe continuidade, agora, como dirigente.

Nos exploradores, serão seis os novos elementos a integrar a secção. Três deles a fazerem a sua promessa pela primeira vez e os restantes três, transitando dos lobitos. Os pioneiros recebem também seis elementos e, os caminheiros, três.

Ainda antes de terminada esta cerimónia, procedeu-se ao ritual da passagem de secções, ou seja, dos elementos que deixam os lobitos para passar a integrar a secção dos exploradores e, assim, sucessivamente.

A presença de Ernesto Machado nesta cerimónia serviu ainda para a imposição da insígnia ao novo chefe de Agrupamento, Leandro Neves, que sucede no cargo a Ernesto Martinho.