PUB
Escola de turismo e hotelaria em Guimarães tem luz verde do Ministério do Ensino Superior
Escola de turismo e hotelaria em Guimarães tem luz verde do Ministério do Ensino Superior
Quinta-feira, Março 2, 2017

O ministério de Manuel Heitor aprovou a instalação, em Guimarães, de uma escola de turismo e hotelaria. Detalhes deste projeto serão conhecidos no início da próxima semana.

O presidente da autarquia vimaranense anunciou, durante o decorrer da reunião do executivo, de 2 de março, a aprovação, por parte do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, de uma escola superior de hotelaria, que a câmara pretende instalar na Quinta do Costeado.

A intenção já tinha sido avançada no final do ano passado, quando Domingos Bragança avançou que estavam a ser negociadas, entre a autarquia, o IPCA e o Ministério do Ensino Superior, as condições para a instalação de uma escola de hotelaria e turismo na cidade de Guimarães.

O IPCA – Instituto Politécnico do Cávado e do Ave, por seu turno, veio acrescentar que a aprovação da escola superior já tinha sido anunciada no dia 27 de fevereiro, por João Carvalho, na última reunião do Conselho Geral em que participou (tendo renunciado entretanto à presidencia do IPCA). Este instituto tem a funcionar desde 2014 a licenciatura em Gestão de Atividades Turísticas.

Os pormenores do projeto de instalação da escola são conhecidos em conferência de imprensa agendada para 6 de março, na Câmara Municipal de Guimarães. O IPCA justifica que objetivo será responder a necessidades de formação qualificada e inovadora para as áreas da restauração e hotelaria de toda a região. A edilidade acrescenta que pretende requalificar o edifício histórico localizado na Cruz de Pedra.