PUB
Escola de Engenharia da Universidade do Minho cria andarilho inteligente
Escola de Engenharia da Universidade do Minho cria andarilho inteligente
Quarta-feira, Novembro 11, 2020

A Escola de Engenharia da Universidade do Minho (EEUM) criou um andarilho inteligente. Trata-se de uma ferramenta que tem como objetivo melhorar a locomoção dos doentes e a terapia de reabilitação física, prometendo ser uma solução para casos difíceis, até aqui encaminhados para cadeira de rodas.

Este andarilho inteligente, teve origem no Centro Algoritmi e foi desenvolvido no Centro de Investigação em Microssistemas Eletromecânicos (CMEMS), ambos na Universidade do Minho, em Guimarães, será apresentado às 9h30 desta sexta-feira, online. Estamos perante um projeto inovador que foi já distinguido pelo Instituto Nacional para a Reabilitação

A docente Cristina Santos é a coordenadora do projeto e explica os benefícios deste andarilho inteligente. “Esta tecnologia 100% portuguesa permite melhorar a estabilidade e a marcha patológica do paciente, além de monitorizar o seu estado físico, apoiando assim os terapeutas numa reabilitação eficaz e inteligente”, indica.

Cristina Santos complementa que “o aparelho permite uma maior segurança mesmo nos casos mais difíceis, em que, por falta de soluções estáveis, os pacientes acabam por ser indicados para cadeiras de rodas”.