Empurrar as Taipas ainda mais para Braga
Segunda-feira, Maio 15, 2017

É público que o actual Presidente de Junta da Freguesia de Ponte irá encabeçar uma lista do PS à Assembleia de Freguesia de Ponte. O actual Presidente da Junta, Dr. Sérgio Rocha, encabeça no actual que ainda não terminou, mandato a lista de “Juntos por Guimarães”, coligação do PSD/CDS e Partido da Terra. Está-se, portanto, em face de uma transferência de partido. E fala-se neste porque assumiu a dimensão mais mediática

Perguntar-se-á porquê?

Dizem uns que tal se deve ao facto de a Câmara ter feito muita obra na vila e freguesia de Ponte. E candidatar-se no mesmo partido do que foi eleito o Presidente da Câmara seria uma forma politica de agradecer. Está mais uma vez demonstrado que se a Câmara quiser fazer obra bem feita não precisa de junta da mesma cor partidária.

Dizem outros que a mudança de partido tem a ver com outras ambições, mais pessoais, que se prendem com o desempenho de outros cargos, agora municipais.

Outros ainda especulam que a mudança tem a ver com chantagem politica: isto é, se te candidatares e ganhares a junta de freguesia por essa coligação, a Câmara vai tentar esquecer-te de ti, da freguesia e dos teus fregueses num exercício de arbitrariedade difícil de fiscalizar.

A minha ideia quanto ao verdadeiro ânimo desta dança é a de que o Dr. Sérgio Rocha está convencido de que o PS vai ganhar a Câmara; e se ele ganhar a Junta, ganha duas vezes. É neste mundo de conjecturas aparentemente certas e exequíveis que se movem os nosso políticos: que o PS ganha a Câmara de Guimarães.

E se ganhar a coligação “Juntos Por Guimarães” a Câmara? E se realmente os eleitores derem uma prova de maturidade democrática ao quererem a mudança num concelho sovietizado pelo Partido Socialista? Perde o projecto pessoal do Dr. Sérgio Rocha e ganha o concelho.

A vila e freguesia de Ponte ganhará, assim como as Taipas. Pois, o projeto, antigo e defendido de forma consistente para o concelho de “Juntos por Guimarães, contempla as freguesias como o destinatário das politicas de proximidade e de igualdade em todo o concelho; politicas de “coesão territorial” de modo a dotar as freguesias de equivalentes infra estruturas das que existem na cidade.

Politicas de coesão territorial coerentes que a Via do Ave Park e o projeto idílico de transformar a Estrada nacional 101, na zona de Ponte, em rua urbana e assumidamente de transito lento, “empurra” os Taipenses e toda a zona Norte do concelho para a cidade e concelho de Braga, porque os afasta insidiosamente de Guimarães.

E é este o projecto do PS Taipas que aplaude politicas hostis para as Taipas e para os Taipenses.