PUB
Edifício da escola EB 2,3 vence prémio de arquitetura
Edifício da escola EB 2,3 vence prémio de arquitetura
Manuel Silva
Quarta-feira, Novembro 13, 2019

Os Prémios Construir foram entregues terça-feira, 12, em Lisboa. O projeto da escola recentemente inaugurada foi um dos vencedores, num evento que procura destacar projetos e empresas do setor da construção.

O projeto para o edifício da escola dos 2.º e 2.º ciclos do Ensino Básico (EB 2,3) de Caldas das Taipas recebeu um prémio de arquitetura, pelo Jornal Construir, uma publicação dedicada ao setor da construção. O novo equipamento venceu na categoria de Melhor Projeto Público.

A cerimónia de entrega dos Prémios Construir decorreu na terça-feria, 12 de novembro, no Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa. Estes prémios visam premiar as empresas e as obras que mais se destacaram no último ano nas áreas da Arquitetura, Engenharia, Construção e Imobiliário.

Na mesma categoria da escola EB 2,3 de Caldas das Taipas estiveram também nomeadas as obras de recuperação do Teatro Luís de Camões, em Lisboa; o Centro de Saúde de Vilar de Andorinho, em Vila Nova de Gaia; o Mercado de Albergaria-a-Velha; e o Lar de Idosos de Ponte de Sor.

A escola foi projetada pelo Pitagoras Group, atelier de Guimarães responsável por outras obras públicas existentes na cidade, como o Centro Cultural Vila Flor, o Pavilhão Multiusos, a Plataforma das Artes ou a requalificação do Teatro Jordão, que se encontra em fase de execução.

A nova escola tem uma área superior a 11 mil metros quadrados e é composta, nomeadamente, por três edifícios, um pavilhão gimnodesportivo, biblioteca, refeitório, sala polivalente e espaços destinados ao corpo docente e não docente. Tratou-se de um investimento da Câmara Municipal de Guimarães, que ascendeu aos 8 milhões de euros.