Dia Internacional dos Museus assinala-se em Guimarães com diversidade de propostas
Dia Internacional dos Museus assinala-se em Guimarães com diversidade de propostas
Quinta-feira, Maio 16, 2019

Um dia repleto atividades e sugestões de visita aos espaços museológicos de Guimarães. Museus abrem as portas para celebrar o Dia Internacional dos Museus. Há propostas na cidade e fora da cidade, todo o dia.

Celebra-se no dia 18 de maio o Dia Internacional dos Museus. Várias instituições de Guimarães associam-se à data lançada em 1977 por proposta do ICOM, estrutura subsidiária da UNESCO dedicada à preservação e promoção dos monumentos e sítios. As propostas são variadas.

A Sociedade Martins Sarmento abre as portas dos seus museus – o Museu Arqueológico Martins Sarmento e o Museu da Cultura Castreja, com visitas guidas agendadas para várias horas do dia. Na Citânia de Briteiros, durante todo o dia decorrerá uma atividade dedicada ao radioamadorismo.

O Museu Alberto Sampaio associa-se igualmente, com várias iniciativas. O museu, localizado no centro histórico abrirá as suas portas durante o dia e também durante a noite, até à meia noite. Teatro de marionetas e uma visita guiada à Sala Aljubarrota, onde serão explicadas algumas das peças do museu (incrição prévia obrigatória).

Também o Museu de Agricultura de Fermentões preparou um programa assinalando o dia dos museus durante toda a tarde. Estão previstas atuações musicais e a inauguração de uma nova exposição sobre os bordados e a olaria de Guimarães. Ainda durante a tarde será lançado o website deste equipamento.

A Oficina abre as portas do Centro Internacional das Artes José de Guimarães (CIAJG) e a Casa da Memória de Guimarães (CDMG) para mostrar as respetivas exposições.

Às 11h00, no Centro Internacional das Artes José de Guimarães, Gonçalo Fonseca é o responsável pela oficina “Máquina de fazer Museus”. As máscaras da coleção do CIAJG serão o ponto de partida para esta oficina dirigida a crianças e a famílias.

À mesma hora, na Casa da Memória, decorre a visita-jogo “Auxiliar de Memória” que permitirá percorrer as duas naves deste centro interpretativo através de diferentes perspetivas, apontando para aspetos nem sempre visíveis da sua exposição permanente.

Também na Casa da Memória, pelas 15h00, a atriz, figurinista e cenógrafa Cristina Cunha apresenta a exposição “Oficina Excêntrica”, que poderá ser visitada por todos até 1 de setembro.

De volta ao Centro Internacional das Artes José de Guimarães, às 17h00, o público poderá participar em “Ponto de Fuga” uma visita performativa pelo CIAJG. Finalmente, também às 21h30, acontece “À noite vê-se melhor”, dinamizada pelo conjunto de monitores da Casa da Memória de Guimarães e do Centro Internacional de Artes José de Guimarães.

Finalmente, fruto de uma residência artística que a Orquestra de Guimarães está a cumprir nos últimos dias, será apresentado na Igreja de S. Francisco um concerto onde será interpretada a “Quinta Sinfonia” de Gustav Mahler, sob a direção de Vítor Matos e com a participação da solista Alexandra Bernardo. O concerto será de entrada livre, limitada à capacidade da sala.