PUB
De Contingência a Estado de Calamidade. Relembram-se as medidas.
De Contingência a Estado de Calamidade. Relembram-se as medidas.
Quinta-feira, Outubro 22, 2020

Com o agravamento do número de casos de coronavírus, a Comissão Distrital de Proteção Civil de Braga relembra as medidas que devem ser seguidas.

Portugal supera pela primeira vez a fasquia dos 2.000 infetados diários, com a região norte a contribuir em grande parte para este novo recorde, tendo até três concelhos (Felgueiras, Lousada e Paços de Ferreira) com medidas extra em relação ao país.

Perante esta situação epidemiológica da Covid-19, e considerando a aproximação da celebração do dia de Todos os Santos, com a tradicional visita aos cemitérios e eventuais proximidades que o sentimento de luto acarreta, a Comissão Distrital de Proteção Civil de Braga, reunida na passada quarta-feira, determinou recomendar à população que se evitem deslocações aos cemitérios, para qualquer tipo de ato.

Desde 15 de outubro, que Portugal se encontra Estado de Calamidade, pelo que se redobraram as medidas de combate à pandemia. Por agora, além do evidente escape ao contacto pessoal e aglomerados populacionais, é reforçada a recomendação do uso de máscara e/ou viseira em espaços e vias públicas, assim como a higienização regular das mãos.

Ainda que para já não seja de caráter obrigatório, o Governo já fez saber que pretende “submeter à Assembleia da República” uma proposta de lei para estabelecer “a obrigatoriedade do uso de máscara comunitária na via pública, sempre que não for possível manter o distanciamento social necessário”.