Cumpridas 22 das 25 medidas nos primeiros 100 dias de mandato
Cumpridas 22 das 25 medidas nos primeiros 100 dias de mandato
Alfredo Oliveira
Quinta-feira, Fevereiro 1, 2018

Era uma das promessas do mandato iniciado a 23 de outubro de 2017, implementar 25 medidas em 100 dias. Espaço para bandas de garagem, intervenção nas rotundas e criação de um horto de flores e plantas para jardins, acabaram por não se concretizar devido à situação “difícil” da Junta de Freguesia.

Luís Soares, numa sessão que assinalou estes primeiros 100 dias de mandato, realizada na Escola Secundária de Caldas das Taipas, no último dia de janeiro, deu conta que essas três medidas não se concretizaram por “falta de orçamento disponível”, pois tiveram de proceder ao pagamento de dívidas a fornecedores e outras situações herdadas do anterior executivo. Justificou esta opção, “tendo em conta o valor da dívida” existente. Os cerca de 36 mil que não foram gastos nas duas primeiras medidas acima referidas serviram para saldar essas tais dívidas mais prementes. No entanto, como acrescentou, “vamos cumprir durante este mandato tudo o que prometemos”. Quanto à terceira mediada em falta, criação do horto, o presidente da Junta acabaria por dizer que esse adiamento acabou por ser benéfico para a vila. Adiantou que a Câmara Municipal de Guimarães, na pessoa do seu presidente, defendeu a criação de um horto que pudesse estar de acordo com o projeto da Capital Verde Europeia que Guimarães tem em marcha. O projeto a implementar num terreno junto ao parque de campismo será entregue a uma arquiteta paisagista e poderá ainda conter a criação de alguns terrenos para particulares.

Como fez questão de salientar, estes primeiros 100 dias representam somente 7% da totalidade do mandato para o qual foi eleito, salientando que “há muito para fazer, muitas expectativas por cumprir”, e que serão cumpridas.

Grande parte da sua intervenção foi, no entanto, para aquilo que já foi feito pela Junta de Freguesia. A prioridade dada ao “investimento nas pessoas” e à “aproximação da Junta de Freguesia aos cidadãos”. A reparação e limpeza de passeios da freguesia, a limpeza do pontilhão, a realização do mercado de Natal, o concerto de Natal, o festival de Reisadas, a edição de uma agenda cultural e desportiva, as atividades desportivas grátis para a população, os passeios sociais, a comparticipação da vacina antipneumocócica, o programa de termalismo sénior e a descentralização das reuniões de junta e o atendimento noturno, foram alguns dos projetos concretizados.

A ajuda ao preenchimento do IRS já está preparada para arrancar a partir de 1 de abril, a nova página da internet já está online, a criação do banco de bens de primeira necessidade dirigido exclusivamente para bens alimentares e de higiene, os roteiros para BTT, caminhadas e trail, foram ainda outras medidas já concretizadas.

Nas palavras do presidente do executivo de Caldelas, “o balanço que faço é muito positivo. Cuidar do nosso espaço público, investir nas pessoas, uma Junta de freguesia ao serviço dos cidadãos e honrar os compromissos assumidos são as palavras-chave destes 100 dias”.