PUB
Crianças até aos dez anos do concelho de Guimarães alvo de um rastreio de saúde mental
Crianças até aos dez anos do concelho de Guimarães alvo de um rastreio de saúde mental
Sexta-feira, Setembro 4, 2020

As crianças com idades compreendidas entre os três e os dez anos que frequentam o ensino público no concelho de Guimarães vão ser alvo de um rastreio de saúde mental promovido pela Câmara Municipal de Guimarães.

Esta medida foi anunciada pela vereadora com o pelouro da educação, Adelina Pinto, na conferência de imprensa em que foram dadas a conhecer as linhas orientadoras do ano letivo 2020-2021, e tem como objetivo mitigar os efeitos da pandemia na saúde mental das crianças.

“Este é um trabalho muito importante a ser acompanhado por psicólogos das Universidades do Minho, do Porto e Coimbra, no âmbito do laboratório colaborativo ProChild. Pretendemos fazer uma avaliação e ter intervenção, pois não sabemos como as crianças estão neste tempo de pandemia e importa perceber muito bem essa situação para definir políticas públicas”, vincou a vereadora.

De resto, na referida conferência de imprensa o município demonstrou várias preocupações com o regresso à escola, como por exemplo referente às crianças do primeiro ano, que numa fase importante do ano letivo anterior se viram na contingência de ter ensino à distância.

Adelina Pinto vincou a questão da importância do ensino e da educação na sociedade, pelo que reforçou a ideia que nesta matéria “ninguém pode ficar para trás”, complementando essa mesma ideia ao frisar que “a pandemia não pode por em causa o futuro de uma geração”.