PUB
Covid-19: SEF impediu 1500 pessoas de entrar em Portugal nas fronteiras terrestres
Covid-19: SEF impediu 1500 pessoas de entrar em Portugal nas fronteiras terrestres
Direitos Reservados
Terça-feira, Abril 14, 2020

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), em colaboração com a Guarda Nacional Republicana (GNR), impediu 1500 pessoas de entrar em Portugal entre os dias 16 de março e 13 de abril, no âmbito do controle de pessoas nas fronteiras entre Portugal e Espanha em virtude da pandemia Covid-19.

Neste período inferior a um mês foram controladas 169 616 cidadãos em nove Pontos de Passagem Autorizados, sendo então 1500 pessoas impedidas de entrar no país. Entre Vila Verde de Raia e Chaves foi mesmo detido um individuo por uso de autorização de residência falsa.

O objetivo desta operação foi impossibilitar as deslocações entre os dois países com fins turísticos ou de lazer. A GNR encaminhou 193 viaturas para passagens autorizadas entre os dois países que tentavam atravessa a fronteira em passagens não autorizadas.

Tabela de pessoas fiscalizadas por local e entradas recusadas em Portugal:

PONTO DE PASSAGEM

CIDADÃOS FISCALIZADOS

ENTRADAS RECUSADAS

Valença, Viana do Castelo

74 432

472

Vila Verde da Raia, Chaves

22 206

444

Quintanilha, Bragança

4 915

242

Vilar Formoso, Guarda

23 335

94

Termas de Monfortinho, Castelo Branco

5 317

99

Marvão, Portalegre

1 628

69

Caia, Elvas

19 725

44

Vila Verde de Ficalho, Beja

6 624

17

Castro Marim, Faro

11 434

19