PUB
Covid-19: GNR das Taipas tem patrulhado as ruas atenta aos estabelecimentos comerciais
Covid-19: GNR das Taipas tem patrulhado as ruas atenta aos estabelecimentos comerciais
Quinta-feira, Abril 16, 2020

A Guarda Nacional Republicana (GNR), nomeadamente elementos do posto territorial de Caldas das Taipas, tem patrulhado as ruas da vila e das freguesias circunvizinhas de forma intensa, de forma a fazer cumprir as normas decretadas pela Estado de Emergência que já vigora desde o dia 22 de março.

Esse patrulhamento tem sido visível por parte dos militares daquela força policial, que têm estado particularmente atentos a estabelecimentos comerciais, locais que podem potenciar o maior aglomerado de pessoas.

De acordo com o que o Reflexo apurou as redes sociais têm sido um instrumento de grande utilidade, uma vez que é usado para filtrar informação de lojas impedidas de manter o seu funcionamento habitual nesta fase.

Nesse sentido, a GNR das Taipas tem atuado de forma preventiva e pedagógica, tendo já interpelado lojistas que se preparavam para abrir o seu estabelecimento, mesmo por períodos de tempo reduzidos, para realizar entregas.

Um alegado caso de incumprimento foi reportado ao Reflexo, nomeadamente uma loja de vestuário do centro da vila que estaria em funcionamento sem habilitações para tal. A GNR esteve no local e confirmou que a referida loja procedeu a alterações no seu ramo de atividade, os códigos CAE (Código de Atividade Económico), podendo reabrir ao público apesar do Estado de Emergência em que o país se encontra, tendo à venda produtos de higiene e proteção, para além dos tradicionais produtos de vestuário.

Até agora, durante o Estado de Emergência, o Ministério da Administração Interna, através das forças de segurança, fez 275 detenções e encerrou 2077 estabelecimentos em todo o país, por incumprimento das medidas decretadas pelo Estado de Emergência.