PUB
Comunidade Artística Vimaranense pretende criar diretório online
Comunidade Artística Vimaranense pretende criar diretório online
© Luís Vaz/CMG
Sexta-feira, Novembro 27, 2020

A Comunidade Artística Vimaranense (CAV), que conta com sensivelmente dez meses de existência, tem como ambição criar um diretório online para poder servir a comunidade artística local.

Este diretório online será extensível a espaços, artistas e técnicos vimaranenses, de forma a poder, assim, catalogar e disponibilizar informação sobre os vários intervenientes do mundo artístico.

Tal propensão foi adiantada numa nota enviada à imprensa, na qual a CAV dá conta que “em 2019 foi elaborado um plano para mapear e catalogar grande parte da comunidade artística vimaranense com o objetivo de compreender as características e as dificuldades de cada um. Neste primeiro envolvimento, percebeu-se que a falta de espaços “não institucionais” de trabalho, na cidade de Guimarães, era um dos fatores mais desfavoráveis aos artistas locais (dados obtidos através de um questionário, ao qual responderam mais de 100 artistas). A partir das informações adquiridas foi construído um pequeno diretório de criativos e artistas da cidade”.

Na mesma nota, assinada por Pedro Ribeiro, da direção da CAV, são dados a conhecer os passos seguintes. “Já em 2020 a CAV colocou mãos à obra e partiu para a rua com o intuito de descobrir, a partir de entidades públicas locais e particulares que espaços poderiam estar ao dispor dos artistas em Guimarães. Focou-se então na procura de um local na malha urbana da cidade que pudesse albergar estúdios para artistas plásticos, salas de ensaios, estúdio de música, café concerto / blackbox, galeria de exposições, tudo num só local. Apesar da CAV ter identificado cerca de três grandes edifícios no centro da cidade, deparou-se com rendas que se encontram fora do seu alcance e dificuldades em comunicar com as entidades ao nível de receptividade e abertura para o contexto cultural”, apontam.

Esta associação promete continuar a lutar pelos artistas locais, tendo como principal foco descobrir um espaço que seja compatível com as necessidades de vários artistas vimaranenses.