PUB
Companhia de teatro taipense ATRAMA estreou peça inovadora com as termas de fundo
Companhia de teatro taipense ATRAMA estreou peça inovadora com as termas de fundo
© Direitos Reservados
Quarta-feira, Maio 30, 2018

Última produção de ATRAMA foi apresentada em duas sessões esgotadas. A peça performativa “Aquistas” desenrola-se sobre o cenário das termas das Taipas, evocando memórias do lugar e a sua contemporaneidade.

A companhia ATRAMA apresentou no domingo 27 a sua mais recente criação. O cenário escolhido foi o balneário termal de Caldas das Taipas. A escolha corresponde a um “desejo de explorar o belíssimo cenário do balneário do Edifício Termal”, explicam os responsáveis pela criação.

A peça “Aquistas” consistiu numa performance que decorreu nos vários espaços do balneário termal, com uma interação com o público que aceitou participar. Nas duas sessões que foram realizadas, o público respondeu ao desafio, esgotando a lotação definida para o evento.

Esta produção de ATRAMA partiu de uma conceção original de Manuela Ferreira, que teve a seu cargo dramaturgia e encenação. A narrativa consistia numa chamada para “uma viagem”, desde a recuperação de memórias do espaço até à realidade contemporânea do edifício termal.

Além do espaço físico, a água teve uma participação transversal ao longo de toda a peça. É este aqui o elemento fundamental, onde – “a água é a matéria que trata, cuida, salva e regenera”, lê-se na descrição deste trabalho.

A companhia ATRAMA existe desde 2017, com elementos de diversas proveniências e que tinha em comum a participação nas Turmas de Iniciação Teatral do Teatro A Oficina. Nesse mesmo ano, o coletivo venceu a Mostra de Amadores de Teatro, em Guimarães com a peça “Loja de Trabalho para Profissionais do Espetáculo: Teatro”.