Clube Caçadores das Taipas faz-se ouvir na contestação às arbitragens
Clube Caçadores das Taipas faz-se ouvir na contestação às arbitragens
Manuel Silva
Quinta-feira, Março 28, 2019

O jogo do passado Domingo, frente ao Felgueiras, onde os taipenses contestam a marcação de uma grande penalidade favorável aos visitantes, terá sido a gota de água que levou a Direção do Clube a contestar as arbitragens.

Numa conferência de imprensa convocada para o efeito, realizada no final da tarde desta 4ª feira, Tiago Rodrigues, presidente da Direção do Clube taipense, começou por referir-se ao Comunicado emitido pelo FC Felgueiras 1932 em resposta à reação taipense ao jogo do passado Domingo, como “completamente despropositado e desfasado da realidade”. “Em momento algum ofendemos a sua instituição e seus dirigentes”, disse a esse propósito.

Justificou, depois, a chamada dos jornalistas com o sentimento de “revolta e indignação” que se vive no CC Taipas e que se agudizou com as incidências do passado Domingo, em jogo frente ao FC Felgueiras 1932.

A Direção do Clube taipense passou à exibição de alguns lances em que diz sentir-se “altamente prejudicada” pelas arbitragens. Foram exibidos vídeos dos jogos frente ao Torcatense (expulsão de Bebé), Trofense (penalti), Fafe (penalti) e Felgueiras (penalti e fora de jogo).

Para a Direção do CC Taipas, chegou a hora de dizer “basta” e de alertar as entidades competentes para o que se tem vindo a suceder. Tiago Rodrigues diz mesmo que o Clube que lidera se sente, “desde início da prova, logo com a chegada do convite tardio para participar neste campeonato”, a ser “empurrado para baixo”.

Com esta iniciativa, a principal intenção do CC Taipas é a de pedir mais atenção, à Federação Portuguesa de Futebol, para a nomeação das equipas de arbitragem. “Por coincidência, ou não, os jogos onde nos sentimos mais prejudicados, foram arbitrados por equipas de arbitragem da Associação de Futebol de Viana do Castelo, onde se encontra uma das equipas a lutar pelos mesmos objetivos que nós”, concluiu Tiago Rodrigues.

Todas as situações apontadas pela Direção do Taipas chegarão aos órgãos competentes da Federação Portuguesa de Futebol, bem como, à Associação de Futebol de Braga, a quem será solicitada a realização de uma reunião para dar conta do assunto.